Atleta do YCSA, Nicolas Bernal busca mais títulos na vela em 2022

O atleta está em uma das melhores fases da carreira, conseguindo bons resultados recentemente no exterior defendendo o Brasil. Nicolas, de 20 anos, foi o timoneiro do time nacional no Campeonato Mundial Junior de Match Race, no AAPC Voile Sportive, em Pornichet, na França.

A equipe brasileira ficou com o nono lugar e teve a bordo do J80 os velejadores do YCSA Gabriel Michaelis, Nicolas Bernal e Lucas di Célio Pinheiro da Cruz. A tripulação teve ainda a paulista Giovanna Prada, filha do medalhista olímpico Bruno Prada, e o pernambucano Vinícius Gondim. 

No mês passado, Nicolas Bernal liderou o trio brasileiro vencedor do Campeonato Mundial Junior de Lightning 2022, junto com Felipe Fonseca e Mathias Reimer, todos do Yacht Club Santo Amaro. Os garotos do YCSA venceram o evento em Wisconsin, Estados Unidos, quebrando um jejum de mais de uma década.

”O Mundial Júnior de Lightning foi muito desafiador justamente porque tínhamos pouco tempo de treino e precisávamos fazê-lo render o máximo possível. Já o Mundial de Match Race foi um aprendizado enorme por ser um estilo de regata diferente e que aqui no Brasil acabou sendo deixado de lado nesses últimos anos. Por isso chegamos lá ainda despreparados em comparação com os demais times”, disse Nicolas Bernal, apoiado pelo programa Bolsa Atleta do Governo Federal.

O velejador começou a competir no YCSA em 2013 na classe Optimist e seguiu carreira em outras categorias, inclusive na Snipe, onde foi Top 5 no Mundial Jr. de Ilhabela 2019 ao lado de Gabriel Michaelis. Depois do evento para os jovens na Snipe, Nicolas Bernal formou dupla de 49er para campanha olímpica com o parceiro de clube e agora está com o carioca Gustavo Abdulklech, atual campeão mundial júnior de Snipe.

Nicolas Bernal liderou o trio brasileiro vencedor do Campeonato Mundial Junior de Lightning 2022, junto com Felipe Fonseca e Mathias Reimer, todos do Yacht Club Santo Amaro. Os garotos do YCSA venceram o evento em Wisconsin, Estados Unidos.

Circo de coisas resgata criatividade infantil no Instituto Ingo Hoffmann

Mundial de Snipe Júnior 2022

Nesta semana, o Brasil defende o título do Mundial Júnior de Snipe no Clube de Vela Atlântico, em Leixões, Portugal. A tradicional competição para atletas com até 22 anos conta com cinco duplas do país. O YCSA conta com Frederico Francavilla e Gustavo Malagrine, além de Bruna Patrício, que corre com e Caio Bailly (Charitas).

Os outros são Marina da Fonte e Tiago Monteiro (Cabanga Iate Clube), Bernardo Peixoto e Marcos Arndt (YC Bahia|YC Ilhabela), Gabriela Bartijotto e Sara Strauss (Clube de Campo SP). O brasileiro Ellion Santana (Internacional de Santos) está na proa do português João Pontes.

Participam do Mundial Júnior de Snipe 38 barcos de Bélgica, Brasil, Espanha, EUA, Japão, Itália e Portugal. Os vencedores levam para casa o Troféu Vieri Lasinio Di Castelvero. 

Os brasileiros defendem a hegemonia na categoria. Na edição de 2019, em Ilhabela (SP), os cariocas Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta ficaram com a medalha de ouro. No Mundial de Snipe Júnior, o Brasil tem ao todo nove conquistas. Os primeiros campeões foram Torben Grael e Eduardo Mascarenhas, em Mission Bay, nos Estados Unidos, em 1978. A penúltima edição também teve o país no lugar mais alto do pódio com os gaúchos Tiago Brito e Antonio Rosa, em La Coruña 2017.

Sobre o YCSA

Localizado na cidade de São Paulo (SP) às margens da Represa Guarapiranga, o YCSA é cercado por muito verde, compondo um cenário natural perfeito para a prática do iatismo. Berço de vários campeões mundiais, o YCSA carrega a tradição de uma biografia admirável ao lado da modernidade de suas instalações e barcos.

Fazer parte desse clube é ajudar a escrever uma história que começou em 1930 e que, desde então, tem marcado a vida de cada associado. Com estrutura náutica privilegiada, o clube conta com hangares modernos para estadia de embarcações à vela e motor, escola de vela com embarcações próprias, rampa de 25 metros de largura com baixa inclinação de acesso à represa, deck e píer com maravilhosa vista da represa, trator e guindaste para transporte de embarcações, marinheiros bem treinados e lanchas e botes de apoio.

Com 24 mil m² repletos de natureza, o YCSA é conhecido dentro e fora do país por sua estrutura náutica de ponta, oferecendo as melhores condições para o aprendizado e prática da vela. O clube é reconhecido não só pelos seus atletas campeões, mas também por sediar eventos de vela nacionais e internacionais.

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez

flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net

+55 11 99949-8035

www.onboardsports.net

 

 

 

 

Leia mais: https://onboardsports.net/2022/07/29/atleta-do-ycsa-nicolas-bernal-busca-mais-titulos-na-vela-em-2022/

Previous post Miguel Paludo encara terceiro desafio na NASCAR em 2022
Next post Triatleta olímpico volta às competições com desafio de natação e remo no Rio