Teatro e mágica tomam conta do Instituto Ingo Hoffmann

Espetáculo interativo com ilusões e brincadeiras animou as crianças na última quinta-feira (9), por meio do projeto Famílias do Instituto em Ação Cultura

As crianças do Instituto Ingo Hoffmann tiveram uma tarde mágica, na última quinta-feira (9). A peça “O aniversário mágico de Nana Buh” levou aos pequenos e seus pais uma história contada com a ajuda de ilusões, brincadeiras e muita diversão. O espetáculo faz parte do calendário de atrações do projeto Famílias do Instituto em Ação Cultura.

A peça foi criada há 15 anos pelo grupo Mágicas Pirilampos, e as situações mostradas no palco também já viraram livros. No palco, a responsável por encantar crianças e adultos é a artista Simone Viana, que se apresentou pela segunda vez no Instituto Ingo Hoffmann, em Campinas.

“O trabalho de mágicos e mágicas de levar alegria e instigar a curiosidade na garotada não é fácil. Aqui no Instituto Ingo Hoffmann, apesar de ser um desafio, é também muito prazeroso. É uma delícia fazer com que a energia da história se encontre com a energia das crianças, dos pais, das mães, que estão aqui na batalha de serem felizes”, destacou Simone Viana.

A protagonista narrou a aventura vivida com a sua avó Barbina ao prepararem a festa de seu aniversário. Uma festa surpresa quase banal, com um presente bem singelo, bexigas, flores para enfeitar a mesa, suco de frutas do quintal e um bolo. Cada um destes elementos ganha, porém, enorme singularidade pela forma com que são organizados: por meio de mágica.

“Fico muito feliz de poder proporcionar esse espetáculo no Instituto. As crianças e suas famílias precisam desse momento de alegria. Só de trazer um pouco de cultura e distração para eles, a gente já fica muito contente e sabe que o trabalho está sendo bem feito. Sou muito grata ao projeto e a tudo o que estamos conseguindo fazer, ainda mais num ano de pandemia”, comemorou Regina Barsotti, coordenadora do Instituto Ingo Hoffmann.

Famílias do Instituto em Ação Cultura

O objetivo do projeto é oferecer mais conforto e qualidade de vida às crianças e suas respectivas famílias em tratamento do câncer, atendidos pelo Centro Infantil Boldrini, hospital referência mundial em tratamento de crianças, no interior paulista. Além das apresentações, as famílias na instituição contam com oficinas diárias artes, literatura, contação de histórias, música, cinema e internet.

A viabilidade do projeto de cultura, denominado Calendário de Atividades Socioculturais – Plano Anual | Ano 2, se dá através da Lei de Incentivo a Cultura, programa de incentivo do Ministério da Cidadania e tem como patrocinadores: CI&T, DHL, ABL Antibióticos do Brasil, Usina São Domingos, Alibra Matera e 2º Tabelião de Protesto de Campinas.

O Instituto

O Instituto Ingo Hoffmann é uma entidade beneficente e sem fins lucrativos fundado em 31/08/2005, tendo como missão inicial proporcionar maior oportunidade de cura para crianças em tratamento de câncer, através de uma parceria com o Centro Infantil Boldrini no projeto denominado Casa de Apoio à Criança e à Família. Trata-se de um modelo de moradia temporária.

No total são 30 chalés, divididos em 10 vilas, construídos em um terreno com mais de 6.000 metros quadrados, localizado ao lado do edifício da Radioterapia do hospital. Além das acomodações, o local possui brinquedoteca, biblioteca, academia interna e externa, refeitório e lavanderia.

O objetivo da Casa da Criança e da Família é abrigar crianças em tratamento intensivo de câncer e seus acompanhantes, vindos de diversas regiões do Brasil e da América Latina para fazer tratamento no Centro Infantil Boldrini, e que não têm condições de serem mantidas por suas famílias fora de suas casas.

Saiba mais sobre como doar pelo site: http://www.ingohoffmann.org.br

Leia mais: https://onboardsports.net/2022/06/13/teatro-e-magica-tomam-conta-do-instituto-ingo-hoffmann/

Previous post Festival reúne crianças da Escolinha de Triathlon de Joinville e Curitiba
Next post Em contagem regressiva para a prova, L’Étape Rio Santander fecha nova parceria