Felipe Drugovich testou carro da Porsche Cup e viveu duas experiências inéditas em sua rápida volta ao Brasil

Com folga no calendário da Fórmula 2, brasileiro aproveitou para conhecer o carro e o Autódromo de Goiânia

Com o calendário da Fórmula 2 marcando provas apenas para dezembro, o brasileiro Felipe Drugovich foi convidado para duas experiências inéditas em sua rápida volta ao Brasil. Nesta quarta-feira (13), no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO), ele testou um carro da Porsche Cup.

“Foi uma experiência muito legal”, resumiu o vencedor de três etapas da Fórmula 2 em 2020, ano em que fez sua estreia na categoria. “Foram duas estreias. Pela primeira vez eu pilotei em um autódromo no Brasil e pela primeira vez também eu pude guiar um carro de turismo, um GT 4.0, da categoria principal”, contou o piloto da equipe inglesa UNI-Virtuosi na Fórmula 2 e que no Brasil competiu apenas de kart e na Europa apenas de kart e monopostos.

“O teste foi muito divertido, gostei muito da pista e do carro, que logicamente é muito diferente de um Fórmula 2”, explicou Felipe Drugovich. “O Porsche é um carro mais tranquilo, certamente menos veloz e menos arisco. Me diverti muito e pude me manter em atividade nesta longa folga que temos no calendário da Fórmula 2”, completou o piloto de Maringá (PR).

Felipe Drugovich participou dos testes em Goiânia a convite dos organizadores da Porsche Cup e não descarta a possibilidade de disputar a etapa de novembro da categoria, que será realizada no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, em novembro.

“O foco principal da minha carreira é a Fórmula 1 e, por isso, correr essa prova da Porsche Cup seria apenas uma maneira de me manter ativo e em forma técnica e também conhecer mais de perto o carro e também o autódromo”, destacou Felipe Drugovich. “Mas desde já quero agradecer o convite que recebi da Porsche Cup para participar destes testes”, finalizou.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer

O post Felipe Drugovich testou carro da Porsche Cup e viveu duas experiências inéditas em sua rápida volta ao Brasil apareceu primeiro em Revista Podium.

Previous post Kartódromo San Marino, em Paulínia (SP), completa 10 anos
Next post Com título garantido, Enzo Vidmontiene corre na última etapa do United States Pro Kart Series