Juliana Duque e Mila Beckerath são campeãs do Mundial de Snipe Feminino 2021

Dupla da Bahia ganhou quase todas as regatas no Yacht Club Paulista e garantiu o título por antecipação

O Mundial Feminino de Snipe 2021 conheceu neste sábado (9) a dupla campeã da edição 2021. As brasileiras Juliana Duque e Mila Breckerath (Yacht Club da Bahia) venceram cinco das sete regatas disputadas para confirmar o título no Yacht Club Paulista, em São Paulo (SP).

Na última prova do evento, as baianas precisavam apenas ficar no meio da flotilha, mas mantiveram o estilo nas largadas e contornos de boia. Confirmando o favoritismo, a dupla não decepcionou e ficou em primeiro para coroar a conquista na Represa de Guarapiranga em grande estilo.

É o segundo título mundial que o Brasil conquista no feminino. Juliana Duque venceu a edição de 2016 ao lado de Amanda Sento.

O evento, realizado neste ano em São Paulo, contou com 42 duplas representando sete países: Argentina, Alemanha, Brasil, Chile, Croácia, Estados Unidos e Noruega.

A dupla brasileira formada por Martha Rocha e Larissa Juk foi a vice-campeã. A medalha de bronze ficou para o barco da croata Andela Viturri e da norueguesa Maj Kristin. As posições no pódio atrás das campeãs foram devidas nas regatas chuvosas deste sábado.

“A gente veleja junto há muito tempo. Já competimos em outros campeonatos mundiais e isso foi fundamental para o nosso desempenho durante toda essa edição! Estamos felizes por ganhar essa competição tão importante para o Snipe feminino”, comentou Juliana Duque, medalhista pan-americana em Lima 2019 e campeã mundial de Snipe de 2016.

Foto: Caio Souza

O último dia de competição foi realizado com ventos variando de 5 a 10 nós e uma temperatura de 16 graus. Mesmo com a baixa temperatura e chuva, a dupla brasileira manteve o ritmo para fechar na primeira colocação no Mundial feminino 2021.

“Sensação de missão comprida! Estamos muito felizes com duas vitórias hoje. O nosso objetivo era uma dobradinha nas duas últimas regatas e conseguimos. Fechamos o Mundial da forma que imaginávamos”, explicou Mila Beckerath.

A competição também premiou as melhores duplas de Júnior e Master. Entre as atletas mais novas, o melhor desempenho ficou com Marina Roma e Alexia Buck. “Foi um campeonato de alto nível técnico e com muita alegria na água. Ver as meninas de todas as idades competindo valeu a pena principalmente nesse período de pandemia. Tivemos sete países e 84 atletas, um número expressivo”, disse Paola Prada, organizadora.

A atleta olímpica Adriana Kostiw foi um dos maiores nomes do evento. A velejadora, que está em remissão de um câncer de mama, fez questão de voltar ao Brasil apenas para disputar o campeonato ao lado de Andrea Ruschmann.

“No final de setembro de 2019 estava na Suíça e descobri o câncer na mama. Foi um tumor agressivo e enfrentei fora do Brasil. Em janeiro de 2020, fiz uma operação complicada e depois todo processo necessário para recuperação e continuar combatendo o tumor. Estar aqui no Mundial é uma vitória na minha vida! Eu amo velejar e fiz de tudo para conseguir participar. É muito lindo ver toda essa geração de mulheres juntas”, disse Adriana Kostiw.

Até março deste ano, Adriana Kostiw estava em tratamento de quimioterapia.

Top 10 do Mundial

1º – Juliana Duque/Mila Beckerath (YCB/MB) 8 pontos

2º – Marija Andela / Maj Kristin (CRO/NOR) 25 pontos

3° – Martha Rocha / Larissa Juck (ICSC) 32

4º – Marina Roma Fonte/Alexia Buck (CIC/YCSA) 42 pontos

5º – Mariela Salermo/Florencia Buiatti (YCA/YCR) (CIC/YCSA) 47 pontos

6° – Odile Ginald/ Adhara Ginald (ICES/MB) 49 pontos

7º – Kathleen Tocke/Jessica Claflin (EUA) 54 pontos

8º – Isabel Ficker/Laura Zanni (YCSA) 56 pontos

9° – Gabriela Kidd/Marina Issler (ICRJ/MB) 65 pontos

10°- Anna Julia Tenório/Débora Bergamini (EVI) 66 pontos

Campeãs Mundiais:

1994 Yokohama, Japão – Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1996 Mar Menor, Espanha – Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1998 Annapolis, EUA –  Ekaterina Skoudina & Tatiana Lartseva (RUS)

2000 Trieste, Itália –  Karianne Eikeland & Janett Krefting (NOR)

2002 St. Petersburg, EUA –  Carolyn Brown Krebs and Julie Redler (EUA)

2004 Oslo, Noruega – Andrea & Mariana Foglia  (URU)

2006 Punta del Este, Uruguai – Andrea & Marian Foglia  (URU)

2008 Roquetas de Mar, Espanha – Marina Gallego & Marina Sanchez (ESP)

2010 St. Petersburg, EUA – Anna Tunnicliffe & Molly Vandermoer (EUA)

2012 Malaga,Espanha – Marta & Angela Hernandez (ESP)

2014 Cordoba, Argentina – Maria Paula & Mariala Salerno (ARG)

2016 Bracciano, Itália –  Juliana Duque & Amanda Sento Sè (BRA)

2018 Newport, Rhode Island, EUA –  Carol Cronin & Kim Couranz (EUA)

2021 São Paulo, Brasil – Juliana Duque & Mila Beckerath (BRA)

Sobre o barco

Classe: Snipe Class International Racing Association

Nº de tripulantes: 2

Designer: William Crosby

Material do casco: madeira ou fibra de vidro

Ano do primeiro projeto: 1931

Comprimento do casco: 4,7 m

Quantidade de vela: 2 (mestra e buja)

Peso do barco: 173 kg

Mais informações com a equipe On Board Sports

Site oficial — https://2021womens.snipeworlds.org

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez
flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
+55 11 99949-8035
🔛 www.onboardsports.net