Granado tenta título inédito para o Brasil na motovelocidade

Onze pilotos têm chances matemáticas de conquistar o campeonato. Brasileiro é o atual vice-líder

Granado lidera prova na Áustria: chance de título para o Brasil (Jesus Robledo)

O Brasil terá neste final de semana (18 e 19/9) uma chance de conquistar o título de uma categoria de nível mundial da motovelocidade. O brasileiro Eric Granado entra na pista de Misano, Itália, para a rodada dupla válida pela sexta e sétima etapas, como um dos principais nomes na definição do campeão de 2021.
Competindo pela equipe One Energy Racing, Granado ocupa a vice-liderança da competição, tendo à frente apenas o italiano Alessandro Zaccone (equipe Octo Pramac). Com 50 pontos em jogo no final de semana – 25 para o vencedor de cada etapa da rodada dupla –, Granado tentará concluir a arrancada final que o fez reduzir de 28 para sete pontos a desvantagem em relação a Zaccone nas duas últimas provas disputadas.
Nas provas mais recentes, o brasileiro venceu a quarta etapa, em Assen (Holanda), com o italiano completando no terceiro lugar. Já em Spielberg (Áustria), quinta etapa, Granado foi protagonista de uma sensacional prova de recuperação. Depois de largar em 13º, Eric terminou em segundo, enquanto o atual líder finalizava no sexto posto.

Onze candidatos – “O Zaccone é o principal rival neste momento, por estar na liderança, mas há no total onze pilotos com chances matemáticas de serem campeões. Então, é uma briga muito mais ampla”, destaca Eric Granado.
“Entre eles estão o atual campeão, Jordi Torres, e o campeão de 2019, Matteo Ferrari. Além do Dominique Aegerter e o Lukas Tulovic, que são muito rápidos e este ano estão fazendo campanhas muito consistentes. Eu acredito que será um final de semana espetacular, com duas provas de altíssimo nível. E vou fazer o meu melhor para merecer estar entre os primeiros na classificação final. O resto é consequência”, conclui o brasileiro.
Nas cinco provas realizadas até o momento, Granado cravou quatro poles e todas as melhores voltas em corrida. O brasileiro também é o único piloto a somar mais de uma vitória, com primeiros lugares em Le Mans (França) e Assen (Holanda).
As duas provas da rodada dupla final devem ser exibidas pelos canais Fox Sport. Confira a classificação do Mundial de MotoE:
1) Alessandro Zaccone (Itália, Octo Pramac MotoE), 80 pontos;
2) Eric Granado (Brasil, One Energy Racing), 73;
3) Jordi Torres (Espanha, Pons Racing 40), 72;
4) Dominique Aegerter (Suíça, Dynavolt Intact GP), 69;
5) Lukas Tulovic (Alemanha, Tech 3 E-Racing), 53;
6) Matteo Ferrari (Itália, Indonesian E-Racing Gresini Moto), 48;
7) Miquel Pons (Espanha, LCR E-Team), 46;
8) Mattia Casadei (Itália, Ongetta Squadracorse), 43;
9) Yonny Hermandez (Colômbia, Octo Pramac MotoE), 40;
10) Hikari Okubo (Japão, Avant Ajo MotoE), 35 pontos.

Contatos
Rodolpho Siqueira

Previous post Em seu melhor momento do ano, Cavaleiro Sports quer manter boa fase em Goiânia
Next post Gold Classic mantém Cascavel de Ouro no calendário do automobilismo em 2021