Gabi Andrigo conquista melhor resultado do Brasil no Loretta Lynn’s, nos EUA

Piloto que defende a Pro Tork KTM Racing subiu ao pódio do Campeonato Nacional Amador de Motocross, com um quinto lugar na categoria 450B Limited

Gabi Andrigo conquistou o melhor resultado entre os quatro brasileiros que participaram da 39ª edição do Loretta Lynn’s, realizado durante a última semana, nos Estados Unidos. O importante Campeonato Nacional Amador de Motocross é conhecido por revelar novos talentos, criando oportunidades de levá-los as disputas profissionais no país, que é referência na modalidade.

Na categoria 450B Limited, o piloto que defende a Pro Tork KTM Racing alcançou um sexto, um sétimo e um oitavo lugares nas três baterias, finalizando no pódio com a quinta colocação geral. Ele ainda correu na classe 450 B, fazendo três nonos lugares nas provas, ficando com o sétimo na somatória. Um grande desempenho no meio de alguns dos melhores do mundo.

“Foi uma semana intensa, de nervosismo e ansiedade. Encarei as duas categorias, cada uma delas com três baterias de 25 minutos em uma pista extremamente técnica. Tive corridas todos os dias. O mais difícil é isso, não podemos ir para o tudo ou nada em uma única prova, é preciso ser constante, andar com cabeça, é bem desgastante”, explica o jovem de 15 anos.

De volta ao Brasil, Gabi foca agora no Campeonato Brasileiro de Motocross, que inicia no dia 27 de agosto, em Faxinal (PR). Para o chefe de equipe, Antonio Jorge Balbi Júnior, ele vem para brigar pelo título na MX2. “O top 5 nos Estados Unidos foi mais do que a gente esperava, sabemos o quanto foi disputado. Ele estava desde janeiro treinando lá, nenhum piloto teve uma pré-temporada tão forte quanto ele”, garante.

Gabi é natural de Marau (RS) e tem em seu currículo dezenas de títulos, entre eles: Campeão Gaúcho de Motocross – 50cc e 65cc, Campeão Catarinense de Motocross – Júnior e Intermediária MX2, Campeão Brasileiro de Motocross – 50cc e Júnior e Campeão do Arena Cross – 50cc. Entre outros resultados de destaque, neste ano já foi o terceiro colocado na 250B e na Schoolboy 2 do Supercross Futures Ama, nos EUA.

Jornalista Responsável: Daniela Burgonovo

Previous post Audi homenageia Di Grassi em despedida da Fórmula E
Next post Mittag Motores comemora título e saldo positivo na 22ª Copa Brasil de Kart