Top 6 para Alfredinho Ibiapina na 22ª edição da Copa Brasil de Kart

A segunda fase, pela Júnior Menor, foi marcada por acidente, falta de freio e quebra do motor pouco antes da corrida final

A segunda fase da 22ª edição da Copa Brasil de Kart, disputada em Londrina-PR, nos dias 29 e 30 de julho, não foi nada fácil para o piloto Alfredinho Ibiapina (Orcali). Um acidente na disputa pelo segundo lugar na segunda bateria classificatória deixou o kart numeral 8 sem freio, obrigando o piloto a abandonar a prova. Durante o treino de aquecimento para a corrida decisiva o motor principal quebrou e Alfredinho Ibiapina teve que usar um reserva, que não rendeu o suficiente.

A equipe A8 Racing trabalhando no kart de Alfredinho Ibiapina

“Ele estava competitivo. Com 16 pilotos na categoria fez o 4º melhor tempo na tomada, posição que manteve na primeira classificatória. O acidente na segunda bateria colocou o Alfredinho no 10º lugar do grid para a corrida final. Pena que o equipamento principal quebrou. Faltou pouco para o pódio”, comentou Jefferson Neves, preparador da A8 Racing.

Alfredinho Ibiapina preocupado com a quebra do motor principal pouco antes da corrida final

“Quero agradecer muito a minha equipe pelo trabalho que fizeram, os mecânicos Jefferson Neves, Jonas Milan e Luciano de Oliveira, ao telemetrista Jeison Teixeira, ao coach André Nicastro, e claro, agradeço o apoio e incentivo dos meus pais Alfredo e Iana. Isso tudo é aprendizado e seguimos em frente acreditando que uma hora a gente vai conseguir o lugar mais alto do pódio. Vamos trabalhar pra isso”, declarou Alfredinho Ibiapina.

Acompanhe o piloto na rede social Instagram @alfredinhoibiapina.

Texto e fotos: Eni Alves