Mariano Villalobos: o bravo piloto que luta por seus sonhos

Mariano Villalobos: o bravo piloto que luta por seus sonhos

Piloto argentino superou adversidades financeiras até chegar ao SuperBike Brasil

Mateus Bezerra,
Especial para o SuperBike Brasil*

Alguns pessimistas dizem que é impossível viver de seus maiores sonhos. Que não há como trabalhar com o que se almejava desde criança. Bom, com certeza quem profere tais blasfêmias, não conhece Mariano Demian Villalobos. O argentino que estreou na última temporada pelo SuperBike Brasil andava sob duas rodas mesmo antes de aprender a escrever seu nome.

“Piloto desde meus 4 anos. Quando pequeno, meu sonho sempre foi fazer uma corrida por uma equipe oficial”, revela o piloto de 22 anos.

Encorajado a pilotar por seu pai, Mario Villalobos, Mariano participou de muitas competições ao longo de sua vida. Dentre elas, a corrida de General Alvear, cidade localizada ao sul de Mendoza, província onde nasceu. Aos 8, já disputava o Campeonato Argentino, com sua twister 250, e aos 15 era federado.

No entanto, em 2018, Villalobos teve que se ausentar um bom
tempo das pistas. Contratempos financeiros pausaram seu sonho temporariamente,
até que na quinta etapa do maior campeonato de motovelocidade da América
Latina, o piloto recebeu uma oportunidade de correr pela equipe Kawasaki
Brasil. “A oportunidade que a Kawasaki Brasil me deu foi o que me fez voltar a
correr. Sempre serei grato por esta nova chance. Não fazia uma corrida desde
2018”, explica.

Mesmo que 2020 tenha sido seu primeiro ano disputando o SBK,
Mario faz elogios ao nível da competição. “É um bom campeonato. Muito
competitivo. Há equipes e pilotos de muito alto nível aqui. Espero poder
continuar disputando o SuperBike Brasil pela mesma equipe nesta temporada que está
por vir”, afirma.

E a vontade de continuar não é só da boca para fora. O nosso
vizinho de fronteira diz que sua preparação para a próxima temporada já
começou. “O ano de 2020 foi bom para entender e aprender sobre o nível da
competição. Agora, estou fazendo uma boa pré-temporada e treinando forte para
chegar da melhor maneira possível e tentar buscar o título de minha categoria”,
projeta.

Essa forte determinação e desejo de ganhar, pode ser
relacionada com as características de seu maior ídolo, o espanhol Marc Márquez
Alentà. Aos 27 anos, o piloto da Honda coleciona conquistas, sendo campeão de
oito títulos da MotoGP nas categorias, 125cc, Moto2 e MotoGP. E as palavras que
explicam a ligação entre os dois, não precisam ser traduzidas. “Por su manera
de ser de querer ser el 1 siempre”, conclui Villalobos.

A temporada 2021 está prevista para começar no dia 28 de
março, com a primeira etapa sendo sediada no Autódromo de Interlagos, em São
Paulo.

Créditos: SuperBike Brasil