BMW 328 Roadster: conheça o carro de corrida de apenas 80 cavalos que fez sucesso na década de 30

Sua leveza, aerodinâmica e velocidade de até 155 km/h impressionaram na época e fizeram do modelo um marco histórico

(Crédito: iStock)

Imagine um carro de corrida de muito sucesso que chega a apenas 155 km/h. Parece inconsistente considerar uma marca de tempo como essa um grande feito hoje em dia, sendo que veículos de passeio comumente chegam a 220 km/h e, os de alto desempenho, a 490 km/h, como no caso do luxuoso Bugatti Chiron. Mas, em 1936, quando o BMW 328 Roadster foi lançado na Alemanha, sua velocidade deixava os amantes de competições boquiabertos.

Em sua estreia reuniu uma plateia de 250.000 pessoas, que assistiram ao esportivo quebrar o recorde de velocidade da categoria, mesmo com chuva e neblina. O dia de sua primeira corrida também foi o de sua primeira vitória, pelas mãos do piloro Ernst Henne, no lendário circuito de Nurburgring.

Mesmo não representando grande potência atualmente, o modelo ainda fascina a muitos. Porém, agora, o público é outro: os colecionadores. No ano seguinte à sua estreia nas pistas, ele foi liberado para as ruas e estradas, tendo seus primeiros compradores. O modelo teve 464 unidades produzidas e, de acordo com a fabricante BMW, ainda há registro de 200 em funcionamento, estando 120 dessas ainda na Alemanha. Por essa pequena quantidade, claramente não é encontrado em qualquer leilão de automóveis, o que faz do 328 um dos carros mais cobiçados por quem sonha em ter um marco histórico na garagem.

Sua importância foi tamanha devido a inovações que trouxe, lançando a tendência de carros mais leves, mais rápidos e com aderência mais eficiente na estrada. Com apenas 780 quilos, o novo Roadster era equipado com motor de 6 cilindros em linha de 2.0 litros e design aerodinâmico, que o permitiam desfrutar de seus 80 cavalos a 4.500 rotações por minuto. Essa tecnologia o fez ganhar espaço entre os carros mais velozes do mundo na década de 30.

O BMW 328 Roadster conquistou mais de 200 vitórias nas pistas, incluindo momentos históricos como a corrida no Mille Miglia, na Itália. O bom desempenho e as grandes corridas o fizeram famoso a ponto de gerar sucessões importantes: suas duas novas versões, a Touring Coupe e a Kamm Coupe, que tinham ainda mais o objetivo de reduzir o peso e melhorar a aerodinâmica para chegar a velocidades ainda maiores.