Honda Racing destaca as histórias do lado pai dos chefes de equipe

Comandantes dos times exercem papel de “paizão” para os filhos de verdade e para os pilotos

Domingo (9/8) é Dia dos Pais e histórias de relações com os filhos são constantemente presentes no universo do motociclismo. Na equipe Honda Racing, os times de enduro, rally, motocross e motovelocidade são comandados por quatro homens, que além da experiência e reconhecimento do trabalho, carregam em dobro a função de “paizão”, seja com os filhos verdade ou com os pilotos e integrantes da equipe.

O papai novato da Honda Racing é Felipe Zanol, prestes a aproveitar o seu primeiro Dia dos Pais. O multicampeão off-road e chefe da equipe de Enduro FIM recebeu o herdeiro Augusto há pouco menos de dois meses. “Estão sendo incríveis esses dias. Estou curtindo muito a nova experiência, diferente de tudo que tinha vivido. Sempre quis ter um filho e é muito gratificante”, conta o mineiro.

Mesmo antes de ser pai de verdade, Zanol já praticava a função. “Em 2017, eu fiz uma escolha com a Honda para trabalharmos com pilotos mais jovens. Comecei com o Gabriel Soares, o Tomate, quando ele tinha 19 anos. Depois veio a Bárbara Neves, ainda com 16, na sequência o Nicolás Rodriguez e o Bruno Crivilin. Tenho certeza de que os aprendizados nessas relações com os pilotos vão me ajudar na criação do meu filho”, completa.

Pai dos gêmeos Pedro e Leonardo, de 19 anos, Dário Júlio, chefe da equipe Honda Racing de Rally, é muito coruja. “Sou louco pelos meus filhos. Tive eles bem jovem, com 23 anos, mas foi a coisa mais importante que aconteceu na minha vida. O papel do pai é participar da melhor maneira de cada fase da vida dos filhos, sempre pensando no desenvolvimento deles. Temos que dar o exemplo. Às vezes, o conselho não servirá para aquele momento, mas certamente valerá um dia”, explica.

Isso acontece também no time. “O chefe de equipe tem que se comportar como um pai, se ele quiser ter uma equipe vencedora. É preciso fazer de tudo para o bem do seu piloto e de todos os integrantes. Dou muitos conselhos quando estão focados apenas na disputa de uma etapa. É fundamental conter a ansiedade e ter em mente quais são os objetivos da temporada, como a conquista de uma prova importante ou ainda do campeonato”, revela Dário Júlio.

Chefe da equipe Honda Racing de Motocross, Cale Neto tem a vida pessoal com os filhos Leandro e Benjamin, 8 e 2 anos, respectivamente, ligada à vida profissional. “Como moramos no mesmo local onde fica o centro de treinamento do time, as crianças sempre acompanham os treinos e conversam com os pilotos. O universo da competição é a melhor forma de ensinar a eles que, com muito trabalho e dedicação, o resultado é certo. O mais velho não é muito ligado ao meio, mas o caçula já elegeu até quem será seu mecânico e fica o dia todo em volta da pista”, ressalta.

Sobre a função de comandante da equipe, Cale Neto reforça que também atua muito como pai dos pilotos. “Principalmente com os meninos da MX2, que são mais jovens, eles precisam de um gerenciamento, aquela coisa de escutar o que o pai fala”, evidencia.

Reinaldo Campos, chefe da equipe Honda Racing de Motovelocidade, é pai de Giovanna, 23, e de Guilherme, de 17 anos. “Sou muito feliz em exercer essa função, que é de muita responsabilidade: criar e educar um filho no mundo de hoje. Ainda mais com a rotina intensa de trabalho e as competições que demandam muitas viagens e tempo fora de casa. Mas o que importa é a qualidade do tempo passado com os filhos e os valores deixados”, lembra.

“Comandar uma equipe com dois pilotos bem jovens, porém experientes na carreira, como o Eric Granado, que eu conheço desde criança, e Pedro Sampaio, é bem gratificante. São dois garotos muito focados e que sabem o que querem. Mesmo assim, a minha relação com eles tem momentos de pai e filho, justamente por conta da diferença de idade. Aprendo também bastante com essa experiência”, finaliza Campos.

O dia será de comemoração também para os pilotos da equipe Honda Racing de Rally Jean Azevedo, pai da Mariana e do Bruno; Gregorio Caselani, pai da Helena e da Beatriz, e Bissinho Zavatti, pai do Lorenzo. Já no time de motocross, Jetro Salazar celebrará a data ao lado do filho Maverick. Parabéns a todos os pais!

A equipe Honda Racing é patrocinada por Pro Honda, Alpinestars, Circuit, ASW, DID, Seguros Honda e Zeta.