Palmeiras lembra dificuldades e se solidariza com a Itália

O Palmeiras divulgou na noite de quinta-feira uma carta aberta aos italianos, como forma de solidariedade por causa da pandemia do novo coronavírus, denominado Covid-19. A Itália é o país com mais mortes no mundo por causa da doença.

O clube alviverde foi fundado em 1914 por imigrantes italianos e tinha o nome de Palestra Itália. Na carta aberta, o Palmeiras lembra algumas dificuldades que teve de superar ao longo da história. “Esse parece ser nosso destino: ressurgir sempre e mais fortes parece ser”, disse um trecho.

Tanto no Brasil quanto na Itália os eventos esportivos estão parados. O Palmeiras liberou os jogadores e demais funcionários dos trabalhos na última terça-feira, após a confirmação da paralisação do Campeonato Paulista.

Confira a carta aberta do Palmeiras:

Querida Itália,

Mais de 100 anos se passaram da nossa despedida, quando a Guerra, a miséria, a fome e a pobreza mudaram nossos destinos no início do século XX. Com dor e saudades atravessamos o Atlântico para “Fazer a América”.

Aqui plantamos a sua semente em todos os campos de atuação, substituindo a mão de obra escrava. Com suor, labor, fé e resiliência foram seus filhos imigrantes aqui em São Paulo que lideraram o combate da Grande Gripe em 1918 que devastou o mundo, semelhante aos nebulosos tempos que vivemos. Vencemos juntos essas e outras moléstias sociais e nos tornamos mais fortes em nossa jornada.

Passaram-se os anos, constituímos glórias sociais e desportivas como vocês também assim fizeram, quando uma Segunda Grande Guerra nos mergulhou novamente em caos, medo e destruições.

Tivemos forças, mais uma vez, para superar os momentos obscuros, nos reinventar e seguir em frente. Aliás, esse parece ser nosso destino: ressurgir sempre e mais fortes.

Quando joga o Palestra, joga a Bella e Legendária Itália. Com orgulho ostentávamos as suas cores em nossos símbolos. Era nossa premissa nos primeiros tempos de nossa existência. Hoje, pedimos licença aos nossos antepassados para reescrever essa ideia: quando ferem de algum modo a Itália, atingem também o Palestra e sua gente!

Hoje, seu filho distante aqui da América do Sul sofre e chora ao ver sua pátria mãe colapsada, assim como o mundo todo.

Entre tantas precauções nesse momento delicado da humanidade, é dever dos mais novos acolherem os parentes e amigos mais velhos e vulneráveis com altruísmo e fraternidade, como nossos pais e avós.

O Palmeiras, eterno Palestra, procura seguir à risca essa recomendação, e brada do fundo da sua alma: estamos com vocês, irmãos italianos! Siamo insieme fratelli italiani. FORZA.

Sociedade Esportiva Palmeiras (Palestra Itália)

Close