Austrália será sede do Mundial de Basquete Feminino em 2022

A Federação Internacional de Basquete (Fiba) anunciou, nesta quinta-feira, que a Austrália será a sede do próximo Campeonato Mundial Feminino a ser disputado em 2022. A escolha foi feita pelo Conselho Central da Fiba, que também analisou a proposta da Rússia.

Será a segunda vez que a Austrália será sede do Mundial do basquete feminino. A primeira foi em 1994, quando a seleção brasileira, com Paula e Hortência, se sagrou campeã, ao derrotar a China na final.

“O Conselho Central recebeu duas excelentes apresentações de duas federações nacionais fortes do basquete. Gostaria de parabenizá-las por seu excelente trabalho e pelo esforço e comprometimento que fizeram em suas propostas. Só é possível ser um país anfitrião para este evento e, para 2022, será a Austrália”, anunciou Hamane Niang, presidente da Fiba. “Estamos ansiosos pelo maior evento feminino de basquete que será em Sydney e também pelo período de qualificação de 12 meses que classificará as 12 equipes que jogarão na Austrália”.

Andreas Zagklis, secretário-geral da FIBA, também elogiou o trabalho feito pelos federação australiana. “Gostaria de felicitar o basquete australiano por sua proposta bem-sucedida. A Austrália é realmente uma potência no basquete, com as mulheres ostentando o vice-campeonato mundial conquistado em 2018.”

Sydney vai receber o Mundial por dez dias entre os meses de setembro e outubro de 2022. O torneio será disputado em dois ginásios, ambos localizados no Parque Olímpico de Sydney. Serão 38 jogos,com a participação de 144 atletas de 12 seleções.

Close