WRC está pensando no futuro: o que podemos dizer sobre o calendário de 2021?

A atual temporada recém começou, mas os organizadores já pensam em 2021.

Não quero fazer previsões aqui no Shakedown, muito menos ter que invocar a “Mãe Diná”, caro leitor, mas acredito que esse exercício de reflexão nos próximos parágrafos, será válido, até mesmo para aproveitar esse ócio carnavalesco no final de fevereiro. Conforme uma das maiores fontes na imprensa especializada no WRC, o britânico David Evans, o calendário da temporada de 2021 passará por algumas mudanças em relação a sua atual edição.

Para 2021, poderemos ter a volta de alguma etapa na França, tendo em vista o poder da FFSA (Federação Francesa de Automobilismo) e da lacuna deixada pela exclusão do Rally da Córsega. Nesse caso, tal rally foi excluído muito em função dos custos de deslocamento, da baixa quantidade de vôos e da pequena quantidade de público durante as especiais na ilha francesa.

Ademais, outra baixa no calendário poderá ser o Rally da Alemanha. Tradicionalmente disputado no asfalto do Vale do Rio Mosel, a etapa germânica também enfrenta dificuldades para captar recursos com as administrações locais. Desse modo, a etapa alemã cederia o seu lugar no calendário para a volta do Rally da Espanha, realizado na Catalunha e sob o comando do RACC, o Real Automóvel Clube da Catalunha, sendo este a única etapa mista (terra e asfalto do calendário).

Veja também:

calendario 2021 2 convertPor enquanto, a única etapa mista, o Rally da Catalunha poderá voltar em 2021 – Fonte: olimar2.com.
Outra alteração em vista é a saída do Rally da Nova Zelândia em 2021. Aqui vale o parêntese, amigo leitor: como dizia Joel Santana nos tempos em que treinava a seleção da África do Sul; YOU TÁ DE BRINCATION WITH ME? Bom, voltando ao teor sério desse texto, ao que tudo indica, este já é um fato consumado e é uma enorme pena, visto que a etapa em terras neozelandesas é uma das mais belas, emocionantes e tradicionais do calendário, só teve o seu contrato assinado por um ano e vigente somente para a edição de 2020. Com isso, o Rally da Austrália voltaria para ocupar o seu lugar. Seria um sistema de rodízio na Oceania? Eu não duvido.

calendario 2021 3 convertO Rally da NZ conta com especiais belíssimas como a Whaanga Coast e provavelmente ficará de fora em 2021. – Fonte: nzherald.co.nz
Outra etapa que segue na berlinda é o Chile. Sediado na região de Concepción, a etapa chilena segue como uma incógnita em função da conturbada situação em que o país vive. Como os promotores do WRC ainda tem a intenção de realizar duas etapas na América do Sul, no próximo mês, o Rally Trans Itapúa, realizado em Encarnación, Paraguai, e válido pelo CODASUR terá observadores da FIA e da organização do WRC para poder ser validado como etapa candidata a receber uma prova do certame mundial. Aqui posso dar um palpite: poderá acontecer, mas possivelmente só para 2022 em diante.

calendario 2021 4 convertHá quem diga que o Paraguai poderia sediar uma etapa do WRC já em 2021. Eu não acredito, mas quem sabe? – Fonte: @LRimages
Mas nem tudo são lamentações, caro leitor. Já para 2021, de acordo com o CEO do WRC, Oliver CIesla, poderemos ter a inclusão de um novo país: a Croácia. Provavelmente, em função da moda criada em tornos das belíssimas praias do Mar Adriático na região da Dalmácia como Zlatini Rat (procure no Google por essa praia, vale à pena). É difícil prever como seria essa etapa croata, mas com uma breve pesquisada na internet posso dizer que as chances de ser uma etapa mista ou de asfalto são grandes, até porque uma etapa de terra acabaria sendo similar ao atual Rally da Turquia. Lembrando que em 2013 a Croácia já foi sede de uma das etapas do ERC, o Campeonato Europeu de Rally.

calendario 2021 5 convertQuem sabe, uma das novidades para 2021: o Rally da Croácia, evento que já fez parte do calendário do ERC. – Fonte: automobilisport.com

De qualquer modo, poderemos esperar um calendário interessante e um campeonato cada vez mais disputado. Nós te esperaremos, 2021!

Texto: Fernando Brondani