Dudamel prevê mudanças no Atlético-MG e se diz ansioso por jogo em casa

O segundo jogo do Atlético Mineiro no Estadual será de novidades tanto para a torcida quanto para o técnico Rafael Dudamel. O treinador prometeu nesta sexta-feira que deve fazer mudanças na equipe e até no esquema tático para o duelo contra o Tupynambás, no domingo.

E admitiu estar ansioso para sua estreia no estádio Independência, diante da torcida atleticana. “Estou com muita expectativa para este primeiro encontro com a torcida na nossa casa. Já vi imagens do Independência. O time fica muito mais perto da torcida. O apoio será sentido mais de perto. Nossos jogadores estão acostumados e eu vou curtir muito. Será um momento especial”, projetou o treinador venezuelano.

Será o segundo jogo oficial de Dudamel pela equipe brasileira. Na estreia, o Atlético derrotou o Uberlândia por 1 a 0, no Parque do Sabiá, na terça. Para a segunda rodada, o time poderá sofrer alterações, tanto entre os nomes escalados quanto à forma de jogar.

“Ainda não temos uma equipe principal, temos um plantel base. Há uma ideia clara de quem podemos contar, que ideia vamos colocar no campo. Neste domingo, teremos uma equipe com continuidade, mas com algumas mudanças para dar oportunidades”, avisou o treinador, sem revelar as novidades.

O esquema 4-3-3, da estreia, também pode ser substituído. “Podem haver variações. Vão haver variações. Jogando com três volantes buscamos ter equilíbrio, não buscamos ser defensivos. É um sistema tático que te dá superioridade numérica no meio-campo, com a bola, e sem a bola também te dá equilíbrio e superioridade numérica para controlar o rival. De acordo com as características dos jogadores, podemos ter variações para um 4-2-3-1, para um 4-4-2… Vai depender dos momentos”, comentou.

Ainda com pouco tempo de trabalho à frente da equipe mineira, Dudamel diz já se sentir mais próximo dos jogadores. “Gosto de conversar com os jogadores olhando no olho, falar sempre a verdade, por mais dura que seja, mas com muita transparência. Preciso fazer o jogador entender que minhas decisões sempre vão pensar no benefício para o time. Quando você fala de frente, com respeito e transparência, o ambiente sempre é de harmonia”, declarou o técnico.

Close