Torneio olímpico de basquete terá novo formato nos Jogos de Tóquio

O torneio de basquete masculino e feminino terá um novo formato nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começa no dia 24 de julho. A mudança foi divulgada pela Comitê Organizador Local nesta quarta-feira.

Na Olimpíada do Rio, em 2016, foram dois grupos de seis seleções e os quatro melhores avançavam às quartas de final. Agora serão três chaves com quatro países e os dois primeiros, além de dois melhores terceiros, se classificam. Depois disso, os confrontos são eliminados (quartas, semifinais e final), como aconteceu há quatro anos.

A alteração no formato faz o campeão olímpico disputar dois jogos a menos. Para conquistar o ouro no Rio foram oito jogos – cinco na primeira fase e três no mata-mata. Agora serão seis em todo o torneio.

O Brasil ainda não assegurou vaga em nenhum dos naipes. A seleção feminina entra em quadra no próximo mês, em Bourges, na França, para buscar sua classificação. A equipe do técnico José Neto estreia contra Porto Rico, no dia 3 de fevereiro. Depois enfrenta França (dia 8) e Austrália (dia 9). Os três primeiros garantem vaga em Tóquio.

A situação da seleção masculina é um pouco mais complicada. O time do técnico Aleksandar Petrovic vai disputar o torneio pré-olímpico em Split, na Croácia, em junho.

O Brasil enfrenta Tunísia e Croácia na primeira fase, quando os dois melhores avançam para encarar os times do outro grupo (Alemanha, México e Rússia) pela semifinal. A decisão será no dia 27 de junho. Apenas o campeão se garante nos Jogos Olímpicos.