Brasileiros completam mais uma etapa difícil e avançam no ranking do Rally Dakar

Al-`Ula (Arábia Saudita) – A disputa do Dakar 2020 segue intensa e sem uma única dupla favorita entre os UTVs (SxS). Até esta quarta-feira (8/1), foram realizadas quatro etapas com quatro diferentes vencedores e líderes da categoria dominada pela Can-Am. Com o UTV Maverick X3, os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin completaram mais um dia difícil, que partiu de Neom com destino a Al-Ùla, na Arábia Saudita. Eles percorreram 672 quilômetros, sendo 453 cronometrados, e terminaram na 14ª colocação. Na classificação geral, a dupla da Monster Energy/Can-Am/South Racing subiu mais três posições e ocupa o 16º lugar.

A liderança no momento está nas mãos dos espanhóis Jose Antonio Lopez e Diego Gil, com três minutos de vantagem para os chilenos Francisco “Chaleco” Lopez e Juan Pablo Vinagre. A terceira colocada é a dupla Casey Currie e Sean Berriman, dos Estados Unidos. Todos eles aceleram os UTVs Can-Am Maverick X3. A vitória no dia ficou com o americano Mitchell Guthrie e o norueguês Ola Floene.

Sobre o percurso, Gugelmin ressalta que foi uma especial realmente digna de Dakar. “Tinha tanta pedra que parecia que estávamos em outro planeta, igual aos filmes que mostram Marte”, brinca o navegador catarinense. Para completar a dificuldade, a dupla do Brasil contou com dois pneus furados e sem outro para trocar. “Por isso, fomos mais conservadores, porque a estrada estava muito ruim. Se a gente tivesse outro pneu furado, com certeza, estaríamos lá até agora. Andamos em ‘modo passeio’ para conseguir chegar à noite no acampamento. Passamos muito frio, um dia bastante longo e cansativo, no qual todo mundo se ajudou. Viemos em um comboio de seis carros e UTVs”, explica o atual campeão mundial de Rally Cross Country da classe T3 e do Dakar em 2018 nos UTVs.

O próximo destino do Dakar 2020 é Ha’il, local da chegada desta quinta-feira (9/1). Os competidores percorrerão 564 quilômetros, sendo 353 contra o relógio, em um trajeto com dunas e rochas gigantescas, além de descidas que exigirão habilidade na direção.

A 42ª edição do Rally Dakar 2020 tem 46 UTVs inscritos, sendo 33 da marca Can-Am. A principal competição off-road do mundo conta também com as categorias de motos, quadriciclos, carros e caminhões. A disputa começou no dia 5 de janeiro, em Jeddah, e vai até o dia 17, em Qiddiya, após cerca de 7800 km percorridos (pouco mais de 5000 km de especiais no total).

Rally Dakar 2020 – Categoria UTVs (SxS)

Acumulado (extraoficiais) – Dez primeiros
1 – #410 – Jose Antonio Lopez / Diego Gil (ESP) – 18:24:52 – Can-Am Maverick X3
2 – #400 – Francisco “Chaleco” Lopez / Juan Pablo Vinagre (CHI) – 18:27:53 – Can-Am Maverick X3
3 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 18:29:26 – Can-Am Maverick X3
4 – #411 – Sergei Kariakin / Anton Vlasiuk (RUS) – 18:30:38 – Can-Am Maverick X3
5 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 18:32:22 – Can-Am Maverick X3

6 – #412 – Mitchell Guthrie (EUA) / Ola Floene (NOR) – 18:55:13
7 – #404 – Conrad Rautenbach (ZWE) / Pedro Bianchi Prata (POR) – 19:33:58
8 – #417 – Axel Alletru (FRA) / Francois Begun (BEL) – 19:50:32 – Can-Am Maverick X3
9 – #420 – Jesus Puras / Xavier Blanco (ESP) – 20:16:33 – Can-Am Maverick X3
10 – #443 – Aleksei Shmotev (RUS) / Andrei Rudnitski (BLR) – 20:18:40 – Can-Am Maverick X3
16 – #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 21:47:52 – Can-Am Maverick X3

Resultados da 4ª etapa (extraoficiais) – Dez primeiros
1 – #412 – Mitchell Guthrie (EUA) / Ola Floene (NOR) – 5:01:13
2 – #419 – Aron Domzala / Maciej Marton (POL) – 5:01:32 – Can-Am Maverick X3
3 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 5:02:27 – Can-Am Maverick X3
4 – #411 – Sergei Kariakin / Anton Vlasiuk (RUS) – 5:07:41 – Can-Am Maverick X3
5 – #410 – Jose Antonio Lopez / Diego Gil (ESP) – 5:07:56 – Can-Am Maverick X3
6 – #400 – Francisco “Chaleco” Lopez / Juan Pablo Vinagre (CHI) – 5:12:22 – Can-Am Maverick X3
7 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 5:14:10 – Can-Am Maverick X3
8 – #417 – Axel Alletru (FRA) / Francois Begun (BEL) – 5:23:07 – Can-Am Maverick X3
9 – #441 – Frédéric Pitout / Renaud Niveau (FRA) – 5:41:44 – Can-Am Maverick X3
10 – #443 – Aleksei Shmotev (RUS) / Andrei Rudnitski (BLR) – 5:45:48 – Can-Am Maverick X3
14 – #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 5:55:42 – Can-Am Maverick X3

Roteiro* Rally Dakar 2020 / Categoria para UTVs

9/1
Etapa 5 – Al-`Ula / Ha’il
Deslocamento – 211 km
Especial – 353 km
Total do dia – 564 km

10/1
Etapa 6 – Ha’il / Riyadh
Deslocamento – 352 km
Especial – 478 km
Total do dia – 830 km

11/1
Dia de descanso – Riyadh

12/1
Etapa 7 – Riyadh / Wadi Al Dawasir
Deslocamento – 195 km
Especial – 546 km
Total do dia – 741 km

13/1
Etapa 8 – Wadi Al Dawasir / Wadi Al Dawasir
Deslocamento – 239 km
Especial – 474 km
Total do dia – 713 km

14/1
Etapa 9 – Wadi Al Dawasir / Haradh
Deslocamento – 476 km
Especial – 415 km
Total do dia – 891 km

15/1
Etapa 10 – Haradh / Shubaytah – Etapa maratona
Deslocamento – 74 km
Especial – 534 km
Total do dia – 608 km

16/1
Etapa 11 – Shubaytah / Haradh – Etapa maratona
Deslocamento – 365 km
Especial – 379 km
Total do dia – 744 km

17/1
Etapa 12 – Haradh / Qiddiya
Deslocamento – 73 km
Especial – 374 km
Total do dia – 447 km

TOTAL DO PERCURSO – 7855 km
TOTAL ESPECIAIS – 5096 km

* As informações são fornecidas pela organização do evento e estão sujeitas e alterações.

Sobre a BRP – A BRP é líder global no segmento de veículos motorizados esportivos, sistemas de propulsão e embarcações construídos em mais de 75 anos de capacidade inventiva e foco intensivo no consumidor. O portfólio do grupo canadense é formado por produtos e marcas líderes de mercado, o que inclui as motos de neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos on-road e off-road da Can-Am, os barcos Alumacraft e Manitou e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP apresenta como apoio a sua linha de produtos o suporte completo em peças, acessórios e vestuário, para aprimorar ainda mais a experiência do consumidor. Com vendas anuais de US$ 4,5 bilhões em mais de 100 países, o grupo conta com força de trabalho global composta por cerca de 10.350 pessoas motivadas e engenhosas.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Alumacraft, Manitou, Maverick X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas registradas são de propriedade de seus respectivos proprietários.

Por favor, navegue até a página para ver este conteúdo.