Ibrahimovic é apresentado no Milan e já prevê duelos com CR7

O sueco Zlatan Ibrahimovic concedeu sua primeira entrevista oficial, nesta sexta-feira, como reforço para o Milan. O jogador, de 38 anos, assinou contrato até o fim da temporada europeia, com a opção de prolongamento por mais um ano, e já aproveitou para esquentar os futuros duelos com a Juventus, equipe do astro Cristiano Ronaldo.

“Tenho belíssimas lembranças dos fãs, muito positivas. Sinto o entusiasmo deles, agora como na primeira vez. É muito importante o apoio dos torcedores. Estou em forma. Estava treinando porque gosto de estar ativo. Estou pronto para jogar. Sinto falta de tocar a bola, mas nem preciso muito. Eu não vim aqui para ser um mascote da torcida. Sei o que fazer, Zlatan ainda está aqui. O duelo com Cristiano Ronaldo será estimulante”, disse o novo astro milanês, ao lado dos dirigentes Zvonimir Boban, Paolo Maldini e Frederic Massara.

Ibrahimovic contou detalhes da negociação para retornar ao Milan, após oito temporadas. “Depois da última partida que joguei em Los Angeles, recebi uma ligação de Paolo Maldini. Aos 38 anos, recebi mais contatos para jogar do que quando eu tinha 20. Estava procurando a última onda de adrenalina para dar o meu máximo novamente. Depois do jogo contra a Atalanta, me ligaram mais vezes e também conversei com Boban. Não foi uma decisão difícil. Quando deixei Milão, não queria ir embora, tinha sido uma escolha corporativa.”

O atacante mostrou preocupação com o atual momento da equipe, apenas a 11.ª colocada no Italiano, após 17 rodadas. “O importante é que eu estou aqui, quero melhorar as coisas o máximo possível. Eu realmente quero o Milan, respeito muito o clube e o quero muito bem. A história não pode ser mudada: o Milan será sempre o Milan.”

Experiente, o sueco demonstra tranquilidade e considera um desafio atuar na equipe milanesa em um período instável nos gramados. “No Milan, a pressão é sempre muito alta por resultados. Podemos e devemos fazer mais porque somos o Milan. Quero ajudar e melhorar a situação, quero me divertir em campo e me sentir bem fisicamente. Fiquei um ano ausente por causa de uma lesão, mas com o espírito e a mentalidade certos mostrei que posso voltar a um alto nível. Aos 38 anos, você não precisa exagerar ao jogar, em vez de correr, você pode disparar a 40 metros.”

Ibra também falou sobre o técnico Stefano Pioli. “Conheci o treinador na quinta-feira, mas falei pouco com ele, ele me explicou algumas coisas, apesar de eu ter feito principalmente testes físicos. Tenho que conhecer bem o time. Vou esperar pelas escolhas do técnico e depois vou tentar ajudar todos em campo”, disse o jogador, que já demonstra ansiedade pelo clássico de Milão com a Internazionale.

“Os dérbis são sempre especiais, eu venci com o Milan e com a Inter. Joguei em muitos clássicos locais durante minha carreira, mas o de Milão é o mais especial. Veremos como será o próximo jogo”, disse Ibrahimovic, que deverá fazer sua estreia na segunda-feira, diante do Atalanta, no San Siro.

Close