De olho no bicampeonato dos UTVs, brasileiros estão prontos para a largada do Rally Dakar 2020

Jeddah (Arábia Saudita) – Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin estão prontos para a largada do Rally Dakar 2020, marcada para este domingo (5/1) em Jeddah, na Arábia Saudita. De olho no segundo título da categoria para UTVs (SxS), os brasileiros competem novamente a bordo do Can-Am Maverick X3, o veículo atual bicampeão do Dakar.

Considerado o principal desafio do calendário off-road, o Rally Dakar programou 12 dias de disputas, além de um de descanso, para os UTVs completarem o percurso de 7855 quilômetros até Qiddiya, onde serão conhecidos os campeões da temporada 2020. O trajeto total inclui 65% de terrenos arenosos, sendo que os trechos cronometrados (especiais) somam 5096 km.

Os organizadores aguardam 557 competidores de 53 países no Dakar 2020, que ainda tem categorias para motos, carros, quadriciclos e caminhões. Com 46 veículos inscritos, 33 deles fabricados pela Can-Am, a categoria para UTVs promete disputas acirradas. O piloto chileno Francisco “Chaleco” Lopez, vencedor de 2019 com o UTV Can-Am Maverick X3, é um dos confirmados no grid, repleto de nomes de peso.

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, atuais campeões mundiais da classe T3 no Campeonato Mundial de Rally Cross Country, são fortes candidatos ao título dos UTVs no Dakar – repetindo o feito de 2018. No ano passado, eles completaram a prova em terceiro lugar da classe. Os brasileiros defendem a equipe Monster Energy/Can-Am/South Racing, representada por mais duas duplas na prova (Gerard Farres Guell e Armand Monleon, da Espanha, e Casey Currie e Sean Berriman, dos Estados Unidos).

“As expectativas são ótimas. Cheguei na Arábia Saudita no dia 31 de dezembro, para já me ambientar ao fuso horário. É sempre bom chegar antes para acertar todos os detalhes, estamos prontos e muito motivados para buscar o melhor resultado no Rally Dakar”, garante o experiente piloto paulista Reinaldo Varela. “O Can-Am Maverick X3 foi o nosso aliado nas conquistas do Dakar e do Mundial, portanto temos muita confiança no UTV”, acrescenta.

Depois de passar a virada de ano no avião, o catarinense Gugelmin também já está em solo árabe. “O Dakar é um rali extremamente duro e desafiador, e é isso que a gente espera, ainda mais com um percurso novo para todos os competidores e repleto de areias e dunas. Será preciso ter atenção na navegação, entrosamento entre piloto e copiloto e muita calma, porque o rali pode ser traiçoeiro. Temos plenas condições de alcançar um resultado excelente e vamos em busca disso”, conclui Gugelmin.

Roteiro* Rally Dakar 2020 / Categoria para UTVs 

5/1
Etapa 1 – Jeddah / Al Wajh

Deslocamento – 433 km
Especial – 319 km
Total do dia – 752 km

6/1
Etapa 2 – Al Wajh / Neom

Deslocamento – 34 km
Especial – 367 km
Total do dia -401 km

7/1
Etapa 3 – Neom / Neom

Deslocamento – 85 km
Especial – 404 km
Total do dia – 489 km

8/1
Etapa 4 – Neom / Al-`Ula

Deslocamento – 223 km
Especial – 453 km
Total do dia – 676 km

9/1
Etapa 5 – Al-`Ula / Ha’il

Deslocamento – 210 km
Especial – 353 km
Total do dia – 563 km

10/1
Etapa 6 – Ha’il / Riyadh

Deslocamento – 352 km
Especial – 478 km
Total do dia – 830 km

11/1
Dia de descanso – Riyadh

12/1
Etapa 7 – Riyadh / Wadi Al Dawasir

Deslocamento – 195 km
Especial – 546 km
Total do dia – 741 km

13/1
Etapa 8 – Wadi Al Dawasir / Wadi Al Dawasir

Deslocamento – 239 km
Especial – 474 km
Total do dia – 713 km

14/1
Etapa 9 – Wadi Al Dawasir / Haradh

Deslocamento – 476 km
Especial – 415 km
Total do dia – 891 km

15/1
Etapa 10 – Haradh / Shubaytah

Deslocamento – 74 km
Especial – 534 km
Total do dia – 608 km

16/1
Etapa 11 – Shubaytah / Haradh

Deslocamento – 365 km
Especial – 379 km
Total do dia – 744 km

17/1
Etapa 12 – Haradh / Qiddiya

Deslocamento – 73 km
Especial – 374 km
Total do dia – 447 km

TOTAL DO PERCURSO – 7855 km
TOTAL ESPECIAIS – 5096 km

* As informações são fornecidas pela organização do evento e estão sujeitas e alterações.

Sobre a BRP – A BRP é líder global no segmento de veículos motorizados esportivos, sistemas de propulsão e embarcações construídos em mais de 75 anos de capacidade inventiva e foco intensivo no consumidor. O portfólio do grupo canadense é formado por produtos e marcas líderes de mercado, o que inclui as motos de neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos on-road e off-road da Can-Am, os barcos Alumacraft e Manitou e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP apresenta como apoio a sua linha de produtos o suporte completo em peças, acessórios e vestuário, para aprimorar ainda mais a experiência do consumidor. Com vendas anuais de US$ 4,5 bilhões em mais de 100 países, o grupo conta com força de trabalho global composta por cerca de 10.350 pessoas motivadas e engenhosas.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Alumacraft, Manitou, Maverick X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas registradas são de propriedade de seus respectivos proprietários.

Por favor, navegue até a página para ver este conteúdo.