Valtteri Bottas vence e Lewis Hamilton é hexacampeão da F1

O GP dos
Estados Unidos tinha tudo para definir o campeão da temporada 2019, e foi isso
que aconteceu com Lewis Hamilton terminando na segunda posição o hexacampeonato
na F1 se tornando o segundo piloto com mais conquistas na categoria, já a
vitória da prova ficou com Valtteri Bottas que fez o que podia para prorrogar o
título, mas sem sucesso.

A terceira
posição ficou com Max Verstappen em mais uma boa prova do holandês enquanto que
Charles Leclerc teve um domingo apagado em Austin.

Os detaques
foram Alexander Albon que no início de prova caiu para último terminando em
quinto, Daniel Ricciardo que fez uma ótima prova para terminar na sexta
posição, as McLarens também tiveram um bom final de semana terminando o GP das
posições que começaram.

Na saída
para o grid, a Red Bull detectou um problema no carro do holandês, uma
rachadura na traseira do carro e por isso houve uma movimentação frenética em
torno do carro #33.

Na largada,
Valtteri Bottas manteve a liderança da prova seguido por Max Verstappen com
Vettel em terceiro seguido por Hamilton e Leclerc, mas com uma manobra sensacional
Hamilton ultrapassou o alemão da Ferrari que também perdeu posição para seu
companheiro, com Lando Norris tirando proveito de um erro do Vettel para
conquistar a quinta posição.

O primeiro a
ir aos boxes foi Alexander Albon após ser tocado por Carlos Sainz, e Vettel
reclamou pelo rádio que tinha alguma avaria tanto que perdeu a sexta posição
para Daniel Ricciardo no início da volta 2.

Na volta 5,
Valtteri Bottas liderava com Verstappen, Hamilton, Leclerc e Norris nas cinco
primeiras posições da prova, e neste momento Lewis Hamilton estava conquistando
o hexacampeonato.

Na volta 8,
a suspensão traseira direita do Sebastian Vettel quebrou após passar na curva
10, abandonando a prova. Porém zebra foi colocada na noite de sábado uma zebra
alta na curva 8 e como ninguém treino com ela neste ponto poderia ter toques
nela como aconteceu. Enquanto isso, Daniel Ricciardo conseguiu ultrapassar
Lando Norris após boa manobra para cima do piloto da McLaren.

Na volta 14,
Max Verstappen adiantou sua parada, calçando pneus duros em uma estratégia
ousada por parte do holandês. Na volta seguinte Valtteri Bottas também
aproveitou para parar calçando pneus duros.

No retorno,
Bottas e Verstappen ultrapassaram Leclerc, e a manobra do finlandês foi por
fora na curva 1, e logo abriram com relação ao monegasco.

Na volta 24,
a Mercedes chamou Lewis Hamilton para os boxes, porém o inglês disse que iria
voltas depois deixando os mecânicos sem entender nada a espera dele, enquanto
Pérez era ultrapassado por Ricciardo e Norris, enquanto Bottas também
ultrapassava Hamilton pela liderança da prova.

Na metade da
prova, Bottas liderava seguido por Verstappen, Hamilton, Leclerc e Ricciardo
nas cinco primeiras posições e todos calçando pneus duros.

Último a
parar, Nico Hulkenberg calçou pneus médios, voltando na décima quinta posição
enquanto Hamilton se aproximava do Verstappen, o que acontecia entre Ricciardo
e Norris com o inglês se pressionando o australiano.

Destaque
para Alexander Albon, que no início da prova caiu para a última posição e neste
momento estava na oitava posição sendo um dos mais rápido da prova.

Na volta 35,
Max Verstappen foi para os boxes calçando pneus duros, com isso Lewis Hamilton
ganhou a segunda posição enquanto Robert Kubica abandonava a prova.

Na volta
seguinte, Alexander Albon pressionou e ultrapassou Lando Norris pela sexta
posição, e Valtteri Bottas foi aos boxes para segunda parada voltando com pneus
médios.

Na volta 41,
Alexander Albon foi para mais uma parada e Leclerc fez o mesmo voltando com
pneus macios, enquanto Bottas continuava diminuindo a vantagem para Hamilton.

Ao menos a
Ferrari conseguiu alguma coisa neste GP, na primeira volta rápida com os pneus
novos Charles Leclerc marcou 1m36s169 sendo mais rápido nos três setores da
pista sendo o novo recorde da pista.

Na volta 53,
Valtteri Bottas conquista a primeira posição após cinco voltas de perseguição
no Hamilton, aproveitando o DRS para assumir a liderança faltando três voltas
para o final.

Na volta 55,
Kevin Magnussen teve uma quebra de disco de freio na reta oposta ficando preso
na brita.

Ao final
Valtteri Bottas fez o que precisava, garantiu a vitória, porém Lewis Hamilton
também fez o necessário para conquistar o hexacampeonato da Fórmula 1, ficando
a um título de se igualar a Michael Schumacher. Já Max Verstappen completou o
pódio da prova.

Um discreto quarto lugar para Leclerc, Alexander Albon ficou num ótimo quinto lugar, com Ricciardo fazendo também uma ótima prova para a sexta posição, Lando Norris, Carlos Sainz, Nico Hulkenberg e Daniil Kvyat completam o top10.

Fotos: Mercedes AMG F1