De luto, Charles Leclerc conquista primeira vitória na F1 homenageando Anthoine Hubert

Num domingo extremamente triste em Spa-Francorchamps a F1 foi para a pista, mas antes todos integrantes da F1, F2 e F3 prestaram uma homenagem a Anthoine Hubert na reta principal com a mãe e o irmão de Hubert ao centro de todos segurando o capacete do jovem piloto com um minuto de silêncio, extremamente ensurdecedor para um esporte que é acostumado com som alto, mas um silêncio causa a todos nós uma sensação muito ruim.

Já a prova foi totalmente dominada por Leclerc que até mesmo quando não liderou tinha um ritmo superior e logo retomou para conquistar sua primeira vitória na categoria homenageando Hubert tanto no carro quanto no capacete. A Mercedes conseguiu completar o pódio mesmo com dificuldades para segurar a Ferrari, mas contou com o desgaste no carro do Vettel que ficou em quarto.

Na largada Charles Leclerc manteve a primeira posição com Hamilton ultrapassando Vettel, mas rapidamente o alemão recuperou a posição. Quem sofreu logo no início foi Max Verstappen que se enroscou com Raikkonen na primeira curva e mesmo com a suspensão quebrada tentou contornar a Eau Rouge, mas passou direto ficando na barreira de proteção e assim o safety car foi para a pista.

Por outro lado, quem teve um ótimo início de prova foi Lando Norris que conquistou seis posições ao fugir dos problemas da largada, porém a Mcaren não comemorou muito já que o aniversariante do dia, Carlos Sainz, perdeu potência e abandonou antes que o safety car saísse.

Na volta 5 tivemos a relargada com as “Ferraris” mantendo as duas primeiras posições e abrindo com relação as Mercedes, mas Hamilton conseguia uma aproximação no miolo do circuito.

Na volta 15, Leclerc já tinha boa vantagem para Vettel com mais de três segundos de diferença, enquanto Vettel tinha Hamilton por perto, na volta seguinte o alemão da Ferrari foi o primeiro a parar entre os líderes, com isso Hamilton tentou tirar tudo de sua Mercedes para conquistar a posição do rival.

Na volta 19, os torcedores aplaudiram Anthoine Hubert que usava o número #19 em seu carro.

Após a troca de pneus, Vettel tinha um ritmo superior a Lerclerc e Hamilton, tanto que após a parada dos pilotos Vettel assumiu a liderança da prova.

Mas após parada, Leclerc rapidamente chegou no seu companheiro de equipe e a Ferrari imaginando uma briga entre eles, mandou Vettel abrir passagem para Leclerc. Que passou e a abriu vantagem, como Vettel não tinha performance, Hamilton também encostou no alemão e ultrapassou na volta 32.

A partir daí começou a briga entre Leclerc e Hamilton, o monegasco tinha vantagem nas retas e Hamilton no miolo da pista, mais atrás Bottas conseguiu encostar no Vettel que foi chamado pela Ferrari para uma segunda parada, ajudando Bottas a conquistar a terceira posição.

Nas voltas finais Hamilton se aproximou muito de Leclerc, mas sem nenhum ataque perigoso para o monegasco que conseguiu segurar a primeira posição e conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1 dedicada a Anthoine Hubert.

Na última volta Antonio Giovinazzi bateu forte na barreira de pneus, mas felizmente o piloto não sofreu nada, quem também sofreu na última volta foi Lando Norris que estava em quinto até encostar sua McLaren com problemas, já Albon teve uma excelente estreia conquistando a quinta posição após bela ultrapassagem na última volta da corrida.

Foto: Reprodução