Rally dos Sertões: Ricardo Martins enfrenta problemas e termina segundo dia em quinto

Nesta segunda-feira (26) foi disputada a segunda etapa do Rally dos Sertões 2019 entre as cidades de Costa Rica (MS) e Barra do Garças (MT). No total, os pilotos percorreram uma distância de 644 km, dos quais 533 km foram de trechos cronometrados e o piloto do Team Rinaldi, Ricardo Martins, finalizou sua participação na 5a colocação.
 
713245
 
 
Depois de ter vencido a primeira etapa, Martins vinha imprimindo um forte ritmo em sua pilotagem, mas após o primeiro abastecimento, sofreu uma queda ao passar por uma erosão que provocou danos em sua moto e em seu equipamento de navegação – o piloto nada sofreu. Por causa disso, ele ficou durante 30 minutos buscando solucionar os problemas mas mesmo assim, não foi possível mais contar com a navegação, o que o obrigou a seguir outros pilotos, até concluir a especial, comprometendo sua performance no dia.
 
 
 
 
“Foi uma pena o que aconteceu, pois estava tudo correndo bem, mas faz parte, são coisas de rally com as quais precisamos conviver e tirar um aprendizado de cada uma delas, mas tudo bem, há muita prova pela frente e continuo na disputa pelo título”, explicou o piloto, que é o atual campeão da categoria Super Production e utiliza pneus Rinaldi HE 42.
 
 
 
 
Assim que chegou ao acampamento, Ricardo Martins já encaminhou sua motocicleta para ser revisada, para deixá-la novamente pronta para encarar uma nova etapa da competição, afinal, o rally está só no começo.
 
 
 
 
Programação
 
 
 
 
Terça-feira – 27/08 – 3ª etapa
 
Barra do Garças – MT/ São Miguel do Araguaia – GO
 
DI – 111,07 km / ESP – 403,51 km / DF – 250,24 km / Total: 764,82 km
 
 
 
 
Quarta-feira – 28/08 – 4ª etapa
 
São Miguel do Araguaia – GO/ Porto Nacional – TO
 
DI – 69,11 km / ESP – 275,76 km / DF – 226,98 km / Total: 570,10 km
 
 
 
 
Quinta-feira – 29/08 – 5ª etapa
 
Porto Nacional – TO/ São Félix do Tocantins – TO
 
DI – 141,96 km / ESP – 330,34 km / DF – 2,72 km / Total: 475,02 km
 
 
 
 
Sexta-feira– 30/08 – 6ª etapa
 
São Félix do Tocantins – TO/ Bom Jesus – PI
 
DI – 0 km / ESP – 535,60 km / DF – 2,25 km / Total: 537,85 km
 
 
 
 
Sábado – 31/08 – 7ª etapa
 
Bom Jesus – PI/ Crateús – CE
 
DI – 2,13 km / ESP – 324,98 km / DF – 628,98 km / Total: 955,80 km
 
 
 
 
Domingo – 01/09 – 8ª etapa
 
Crateús – CE/ Aquiraz – CE
 
DI – 428,27 km / ESP – 18 km / DF – 5,95 km / Total: 452,22 km
 
 
 
 
Legenda
 
DI – Deslocamento Inicial da Vila Sertões para início da Especial
 
ESP – Especial (trecho cronometrado)
 
DF – Deslocamento final para a próxima cidade anfitriã
 
 
 
 
 
Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não-motorizada) e charretes.
 
A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.
 
A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2015 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Acesse o site da Rinaldi no link abaixo para conhecer mais sobre seus produtos e ações.