Arquivos Categorias : Notícias


Sprint Race 2019 confirma etapas nos Estados Unidos, em Homestead e Sebring

Posadas (Argentina) soma-se às etapas internacionais da oitava edição da competição, que deve contar com as tradicionais corridas especiais no campeonato. O primeiro desafio está previsto para 24 de março, no Paraná. A Sprint Race já tem seu calendário definido

Brasileiros reassumem a liderança da categoria para UTVs do Rally Dakar​

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin finalizam a sétima etapa na segunda colocação e voltam à ponta da tabela no Peru; Dupla da equipe Monster Energy/Can-Am é a atual campeã da prova San Juan de Marcona (Peru) – De volta à ponta


Dakar: X Rally Team termina em quarto e quinto, e sobe mais posições no sétimo dia

Marcos Baumgart e Kleber Cincea pularam do nono para o sexto lugar na classificação geral, enquanto Cristian Baumgart e Beco Andreotti ascenderam ao oitavo posto O sétimo dia de competições do Rally Dakar foi excelente para os brasileiros, especialmente da

MINI conquista terceira posição na sexta etapa do Rally Dakar 2019

Três equipes MINI concluíram etapa entre as cinco colocadas na competição Após superar os desafios das dunas de areia de Tanaka, na região de Arequipa (Peru), a MINI conquistou a terceira posição na sexta etapa do Rally Dakar 2019 com


Ricky Brabec e Kevin Benavides mantém suas Honda CRF450 RALLY na luta pela vitória do Dakar 2019

Kevin Benavides, do Monster Energy Honda Team, na sexta etapa do Rally Dakar 2019. Após seis etapas, pilotos do Monster Energy Honda Team são destaques na categoria para motocicletas O domingo (dia 13) não foi de descanso para os participantes do

Em uma corrida muito disputada, que viu a vitória ser decidida com a ajuda de alguns acidentes, o brasileiro Lucas Di Grassi voltou a pontuar, desta vez no e-Prix do Marrocos, válido pela segunda das 13 etapas da temporada. Di Grassi ainda cravou a volta mais rápida da prova, faturando o ponto extra e também registrando que o Audi e-Tron FE05 melhorou sua condição competitiva – embora ainda precise ser mais veloz para brigar pela primeira vitória em 2019. Os treinos do brasileiro foram atrapalhados por problemas técnicos nas duas sessões que antecederam as tomadas de tempo – a equipe precisou fazer reparos e trocar a bomba d’água integra o sistema de refrigeração. Com poucas voltas na pista e sem conhecer o real potencial do carro naquele traçado, Di Grassi foi para a sessão que definiu o grid ainda explorando o que seu Fórmula E era capaz de fazer. Como resultado, obteve o 11º lugar – uma boa posição diante das condições enfrentadas pelo brasileiro. Durante a prova, Lucas chegou a brigar por uma colocação entre os três melhores. Mas a entrada e a longa permanência do safety car devido ao acidente entre os líderes nas voltas finais prejudicaram a estratégia de corrida que o brasileiro havia estabelecido e que poderia lhe dar o 28º pódio da carreira na categoria. Lucas iria para as voltas de encerramento ainda com direito a acionar uma vez o “modo de ataque” – dispositivo que dá potência extra ao carro durante quatro minutos e teria condição de estar entre os três melhores do dia. “Dava para ter chegado no pódio”, diz o brasileiro. “A estratégia com o modo de ataque e a entrada do safety car no final nos atrapalharam bastante. Foi uma pena mas a graça da corrida é essa imprevisibilidade. Agora temos que focar na corrida do Chile, em Santiago, e acredito que se trabalharmos direito teremos chance de um bom resultado. O campeonato só está começando e nós vamos pra cima. Agora é voltar pra oficina e trabalhar”, completou Lucas. A corrida – A etapa disputada no circuito montado nos arredores de Marrakesh começou bastante agitada. Antes mesmo da primeira curva o francês Jean-Eric Vergne (equipe Techeetah) tentou ultrapassar o pole Sam Bird (Virgin) e acabou causando um toque, rodando e gerando muita confusão entre os carros que vinham atrás. Lucas inclusive chegou a bater – ele acertou o carro que freava forte à sua frente – mas conseguiu controlar a situação, desviar e continuar na prova – agora no sétimo lugar. Aos poucos Di Grassi foi ganhando posições e chegou a duelar pelo terceiro lugar com o belga Jérôme D’Ambrosio (Mahindra), que viria a ser o vencedor. No momento decisivo, durante as voltas finais, a corrida era liderada pelo português António Félix da Costa (BMW) com seu companheiro Alexander Sims (Inglaterra) na segunda posição. Os dois vinham duelando pela ponta até que na 26ª das 31 voltas da corrida Sims colocou o carro ao lado do português e ambos frearam em um ponto onde já não havia mais condição de contornar a curva do final do retão. A batida tirou Félix da corrida e deixou o caminho livre para o belga D’Ambrosio, que vinha em terceiro, tomar a ponta. Com a entrada do safety car e a demora da organização em retirar da pista o BMW de Da Costa, a prova foi reiniciada faltando apenas uma volta para a bandeirada – e D’Ambrosio defendeu sua posição para garantir a quarta vitória na categoria. A próxima etapa do Campeonato Mundial de Fórmula E será disputada no dia 26 de janeiro, em Santiago, Chile. Confira os dez primeiros: 1 – Jérôme d’Ambrosio – Mahindra Racing – 31 voltas 2 – Robin Frijns – Envision Virgin – a 0s143 3 – Sam Bird – Virgin – a 0s461 4 – Alexander Sims – BMW – a 0s740 5 – Jean-Éric Vergne – Techeetah – a 1s232 6 – André Lotterer – Techeetah – 1s457 7 – Lucas Di Grassi – Audi Sport Abt Schaeffler – a 1s633 8 – Sébastien Buemi – Nissan – a 2s455 9 – Mitch Evans – Jaguar – a 2s980 10 – Daniel Abt – Audi Sport Abt Schaeffler – a 4s014

Di Grassi antes da largada: treinos prejudicados no Marrocos Brasileiro fez a volta mais rápida da corrida, mas viu a chance de pódio escapar nas voltas finais Em uma corrida muito disputada, que viu a vitória ser decidida com a


Equilíbrio marca a briga pelo título dos UTVs no Rally Dakar

A bordo do Can-Am Maverick X3, a dupla Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin acelera na sexta etapa do Rally Dakar 2019, no Peru. Victor Eleuterio/photosdakar.com Em seis etapas disputadas, cinco duplas já ocuparam a liderança da mais importante competição do calendário

Dia longo e cheio de dificuldades para o X Rally Team, que termina etapa mais longa no top-10

Marcos Baumgart e Kleber Cincea passaram por todo tipo de dificuldade Equipe 100% brasileira enfrentou 810 quilômetros e especial entre as altas dunas de Tanaka, no Peru Dakar é sinônimo de perrengue. E as duplas do X Rally Team, equipe


Pietro Fittipaldi destaca “treinos intensos e produtivos” com a Jaguar Racing na Fórmula E

Piloto de testes da Haas na F-1 em 2019, Fittipaldi foi convidado pela equipe Panasonic Jaguar Racing para participar dos treinos coletivos da Fórmula E no último domingo no Marrocos O piloto brasileiro Pietro Fittipaldi participou com a equipe Panasonic

Brasileiros são destaque na sétima etapa do Rally D

Quatro das cinco duplas com competidores do país não só terminam dia como estão na classificação geral dos UTVs entre os dez primeiros, coroados pela liderança de Varela e Gugelmin. Os brasileiros seguem firme, forte e, agora, na liderança do


24 Horas de Daytona: Bia Figueiredo correrá pela primeira vez na badalada corrida

A piloto Bia Figueiredo se prepara para competir, pela primeira vez, em Daytona, na equipe Heinricher Meyer Shank Racing, composta apenas por mulheres. A prova acontecerá nos dias 26 e 27 de janeiro e a piloto afirma que não faltará

F1: Para Hamilton, uma rivalidade com a Red Bull seria épica

Na última temporada da Fórmula 1, Mercedes e Ferrari foram os grandes concorrentes ao Mundial de Construtores, deixando a Red Bull para trás como a terceira força do grid. No entanto, a equipe começa 2019 com novo motor Honda e