Na Inglaterra Sérgio Sette somou mais 14 pontos na F-2

No último domingo (14) foi encerrada no Autódromo de Silverstone, na Inglaterra, a sétima rodada do Campeonato Mundial de F-2. Participando da competição pela equipe DAMS o piloto brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | BMG | MRV | CCR | CBMM | CEMIG | GASMIG | COPASA) conquistou mais 14 pontos para o Campeonato e, com isso, segue para Hungria com 121 pontos e o quarto lugar na classificação.

O fim de semana do piloto brasileiro foi bastante diferente do que ele vivenciou nas rodadas anteriores, na França e Áustria, quando fez a pole-position, conquistou uma vitória e um segundo lugar.

Apesar da mesma característica de alta velocidade vista no traçado de Red Bull Ring, a equipe DAMS não conseguiu extrair o máximo do desempenho do carro #5 no treino livre, quando Sette Câmara terminou na quinta colocação. Ainda na sexta-feira, no treino classificatório, Sérgio fez uma volta bastante rápida com o primeiro jogo de pneus o que lhe garantiu a terceira posição. No segundo jogo de pneus o piloto vinha em uma volta extremamente veloz quando, no setor três, algum tipo de modo de segurança foi acionado no carro e, com isso, ele não conseguiu completar a segunda volta rápida. Mesmo assim, com a marca de 1m38s511 se garantiu na terceira posição do grid para a primeira corrida.

A primeira prova foi disputada no sábado. Após boa largada Sérgio manteve-se em terceiro, mas, bastante pressionado, acabou caindo para o quarto lugar. Baseado nos estudos dos engenheiros da DAMS em relação ao novo asfalto do autódromo o piloto tomou uma postura conservadora na prova, buscando economizar os pneus. Nesse sentido, acabou perdendo contato com os três primeiros, mas, mantendo uma distância de segurança para o quarto. Quando recebeu o OK da equipe para acelerar Sérgio foi bastante veloz, registrou a volta mais rápida da corrida, mas, acabou recebendo a bandeirada no quarto posto.

Pela inversão do grid de largada Sérgio largou na corrida de domingo na quinta colocação. Novamente após largar bem o piloto de 21 anos pulou para a quarta posição na primeira curva, mas, logo em seguida, acabou sendo “escorado” por um dos concorrentes e, com isso, saiu da pista caindo para a última posição. Com um bom ritmo o brasileiro não demorou a superar seus adversários. Com oito voltas completadas ele estava em 12º, pressionando o 11º, a esta altura o norte-americano Juan Manoel Correa. Por várias voltas Sette tentou superar o adversário, mas, sem sucesso. A oito voltas para o fim o carro #5 acabou tocando o do Correa e, com isso, teve o seu bico quebrado. Sem ter o que fazer Sérgio foi obrigado a ir para os boxes, trocar a parte da frente do carro e, completamente fora da briga, voltou ao traçado apenas para completar a prova que ele recebeu a bandeirada no 17º lugar.

“Foi um fim de semana em que fizemos 50% dos pontos que esperávamos. Na primeira prova apostamos na degradação dos pneus o que não aconteceu e, com isso, perdi a chance de lutar por um lugar no pódio. Na segunda corrida, infelizmente, deu tudo errado. Fui colocado para fora ainda na primeira volta. Vinha num ritmo bom, me recuperando, e acho que daria para terminar na zona de pontuação (Top8) mas, infelizmente, meu concorrente foi bastante desleal, mudou de direção por inúmeras vezes e, sem querer, acabamos nos tocando. Me resta levantar a cabeça e seguir minha preparação para a Hungria, daqui a dois finai de semana”, encerrou o mineiro de 21 anos.

Foto: Dutch Photo Agency | Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Sérgio Sette Câmara
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick


Anterior:

Próxima: