Trancos & Barrancos disputa Transcatarina com três duplas na categoria Graduado

Equipe gaúcha participa da 11ª edição da competição que acontece de 9 a 14 de julho

A equipe gaúcha Trancos & Barrancos enfrenta nesta semana mais uma edição do Transcatarina, competição de rally regularidade que atravessa o estado vizinho e reúne cerca de 300 carros entre organização, competidores e participantes. Na 11º edição do evento, que acontece entre 9 e 14 de julho, a Trancos & Barrancos conta com três duplas de competidores na categoria Graduado.

O piloto Milton Roberto Dresch, de Estrela, está entre os competidores mais experientes. Com um vice-campeonato do Rally dos Sertões na carreira, Milton busca o título do Transcatarina ao lado do navegador Thiago Silva, de Gravataí, que participa da competição pela quarta vez. “Estamos com uma boa expectativa para este ano. Pelo que podemos acompanhar será uma prova bastante técnica, o que favorece nosso tipo técnico de prova. Precisamos concentrar bastante, estudar bem os livros de bordo e tentar não cometer nenhum erro para buscar o pódio”, comenta Thiago.

Outro piloto da Trancos & Barrancos que conta com a experiência ao seu favor é Lauro “Papael” Gomes, de Itapema (SC). Com várias edições do Transcatarina no currículo, Papael ficou alguns anos afastado da competição, mas retornou no ano passado para participar de apenas um dia. Já em 2019, o piloto aposta na experiência da sua nova dupla para buscar um lugar no pódio. “Para esse ano a expectativa é muito grande, pois vou mais preparado. Agora com um navegador experiente vamos para brigar pelo título da Graduado”, afirma Papael.

A terceira dupla desafiante da Trancos & Barrancos é formada por pai e filho e está cheia de expectativa. O piloto Giovani Mello compete ao lado do filho Pedro Mello na categoria Graduado e será a primeira vez que a dupla de Porto Alegre participa junta da competição. Apesar da experiência de Giovani no Transcatarina, Pedro vai fazer sua estreia no certame. “Já participei do Rally dos Sertões, mas do Transcatarina nunca consegui e estou ansioso porque os competidores falam que é um dos melhores eventos de rally regularidade. Meu irmão também compete com o meu pai e estão indo muito bem, então tenho que representar a equipe, temos que manter o ritmo, pois o nível do pessoal é alto. O Transcatarina têm muitos competidores, então isso instiga muito, tem muita gente competente. Vamos dar o melhor, a ansiedade está no máximo”, diz Pedro.

O 11º Transcatarina realiza um prólogo para definição de ordem de largada na quarta-feira, dia 10, em Fraiburgo. Ainda na mesma cidade os carros fazem a largada na quinta-feira, dia 11, e passam pelas cidades de Caçador e Rio Negrinho antes de chegar em Blumenau no sábado, dia 14. O comboio que faz o trajeto conta com quase 300 carros, entre veículos da organização, de competidores nas categorias Master, Graduado, Turismo, Turismo Iniciante e Turismo Light e os participantes do Passeio Radical e Adventure.

Texto: Aline Ben da Costa/Comunicação 4×4


Anterior:

Próxima: