Porsche Mobil SuperCup: Fernando Croce tem etapa difícil em Barcelona

Fernando Croce


Único brasileiro do grid enfrentou problemas de acerto no carro, que comprometeram seu resultado

O piloto Fernando Croce teve uma etapa difícil na sua corrida de estreia no Porsche Mobil SuperCup, no último domingo (12), em Barcelona, na disputa que acontece dentro da programação da F1. Único brasileiro do grid enfrentou problemas no acerto do seu carro, que comprometeram o resultado da corrida.

No treino de sexta-feira, Croce acelerou pela primeira vez no circuito de Barcelona para conhecer o carro. “Foram 40 minutos de treino, mas meu carro estava desiquilibrado no ajuste dos freios. Estava desregulado e isso comprometeu bastante. Lembrando, que não fiz os dois dias de teste de Barcelona e isso me deixou em desvantagem nessa etapa”, explicou.
No sábado, um aquecimento danificou os pneus dianteiro direito durante a classificação. “Foram apenas 30 minutos, mas deu para pegar a mão do carro e da pista, porém o tempo foi bem curto”, analisou.

Na corrida, já na largada o mesmo problema no aquecimento dos pneus arruinou seus planos. “Nossa estratégia foi colocar uma libra um pouco mais alta nos compostos, porém com a entrada do safety car isso acabou nos prejudicando. Meus pneus esfriaram, demorando para chegar na temperatura ideal novamente. Durante a corrida eu estava mais rápido e poderia ter ganho algumas posições, mas a dificuldade do aquecimento dos pneus e a estratégia comprometeu o resultado”, finalizou o piloto, que ocupa a 25ª posição no campeonato.

O próximo compromisso de Croce será nas ruas do principado, com a 2ª etapa nos dias 23 a 26 de maio, com o badalado Grande Prêmio de Mônaco, Circuito de Monte Carlo.



Anterior:

Próxima: