Cacá Rabello vence na abertura do Campeonato Gaúcho de Superturismo

Debaixo de um tremendo aguaceiro o piloto carioca Carlos “Cacá” Rabello conquistou a sua primeira vitória na competição na categoria T1 (carros até 2100cc 8 válvulas), ao lado do piloto gaúcho Telmo Junior, no circuito de Santa Cruz do Sul. A duplaainda ficou com a sexta colocação na classificação geral da prova com o Voyage #51 em meio a carros muito mais potentes.

O Campeonato Gaúcho de Superturismo tem mantido o maior grid dentre as competições automobilísticas do Rio Grande do Suldesde 2017, e, também, um dos maiores grids do país. A competição é disputada por diferentes categorias que vão desde carros de 1.6l com pneus radiais como Corsa, Uno e Gol até aos potentes Maserattis e Linea Turbo com pneus slick em etapas de 2 ou 6 horas de duração

No final de semana passado foram disputadas as 2 horas de Santa Cruz do Sul sob intensa chuva durante toda a prova após a os treinos realizados sempre em tempo seco.  As condições de drenagem do circuito foi alvo de críticas por todos os participantes.
“Eu fui para a prova sem ter dado uma única volta antes no molhado com o carro e tive que ser muito conservador no início da prova. Em  3 pontos do circuito nos deparamos com  “córregos” que atravessavam toda a pista provocando várias rodadas. Na largada cheguei a ganhar uma posição por alguns instantes, mas, sem visibilidade não sabia se o carro do adversário estava ainda parcialmente ao meu lado e preferi não defender a posição para não batermos. Poucas curvas depois, na Curva da Bota, este adversário rodou na minha frente, ao passar por um dos “córregos” e tive que desviar rápido para não bater. Acabei rodando para dentro, tendo ficado de frente para um Sonic com motor de Stock Car que vinha logo atrás, mas consegui apontar o carro na direção certa e sair em tempo suficiente para perder só uma posição.”

Mantendo o ritmo determinado pela equipe e com várias intervenções do SafetyCar, Cacá se manteve na segunda posição da categoria com tranquilidade até a primeira troca de pilotos.

O piloto Telmo Junior assumiu a condução do carro e com a diminuição da chuva o ritmo da prova foi se tornando um pouco mais rápido. Mesmo após uma rodada que assustou toda a equipe, Telmo manteve-se próximo ao líder e se aproveitoude problemas mecânicos no carro do adversário para colocar a dupla na liderança da prova pouco antes da segunda troca de pilotos.

Cacá assumiu a condução novamente sob intensa chuva que provocou várias rodadas e batidas.

Próximo ao final da prova, uma batida em plena reta dos boxes, devido a aquaplanagem provocou uma longa intervenção do SafetyCar , inclusive, obrigando a passagem dos competidores por dentro dos boxes.

Faltavam poucos minutos para o final da prova e sendo preparada a relargada,  um dos competidores teve uma quebra de motor dentro do S de alta. O óleo vazado do carro começou a correr pelo asfalto, através de um dos “córregos” que se atravessa a pista de um lado ao outro.  Sem ter possibilidade de corrigir o problema naquele ponto crítico do circuito a tempo de uma nova largada, a Direção de Prova entendeu que não caberia expor os demais competidores a tamanho risco, e, encerrou a prova quando faltavam 6 minutos para se completarem as 2 horas previstas.

A equipe Power Racing, comandada por Cristian Delfino, responsável pela preparação e assistência de pista ao carro de Cacá Rabello, ainda pode comemorar uma dobradinha com o Gol #88 dos irmãos Juarez e Ricardo Terres chegando na segunda posição também na categoria.

“Foi uma prova duríssima que exigiu muita coragem, habilidade e equilíbrio emocional de todos os participantes do princípio ao fim, quem exagerou foi punido pela própria condição de pista. Gosto de guiar na chuva e costumo andar muito bem, porém, nesta prova, com os carros aqüaplanando até na reta dos boxes a ponto de não se poder acelerar totalmente,e, após uma temporada do ano passado repleta de problemas mecânicos era importante para o moral do time começar esta temporada no pódio. Vencer, obviamente, foi uma alegria adicional. Mais ainda por termos vencido na casa do atual campeão da categoria.  Mas, temos consciência de que ainda temos alguns pontos a melhorar no carro já para a próxima prova em Guaporé.  “, declarou Cacá Rabello.

A próxima etapa será as 2 horas de Guaporé, no dia 12 de maio, sábado, circuito onde a equipe de Cacá Rabello / Telmo Junior detém o recorde da pista na categoria.

As provas do Campeonato Gaúcho de Super turismo contam com transmissão via Internet ao vivo e os resumos de cada etapa ficam registrados em vídeos no Youtube.

Troféu conquistado

A íntegra da prova de Santa Cruz do Sul está no link https://www.youtube.com/watch?v=_704qoZyuj4.

“Eu ainda não tive tempo para rever a prova. Nem sei se falam bem ou mal de nós. Mas, devem falar que somos líderes do campeonato. No final de semana de corrida vivi o sonho, na segunda voltei a minha realidade de trabalho, com as responsabilidades próprias da vida profissional,  e, nesta,  ainda se deu a perda de um familiar. Não houve clima para muita comemoração. Espero que após as 2h de Guaporé tenhamos motivos só para comemorar.  ”,  comentou o piloto.

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação


Anterior:

Próxima:
Traduzir »