Vergne supera Rowland e vence ePrix de Sanya da Fórmula E

Jean-Eric Vergne venceu na madrugada deste sábado (23) o ePrix de Sanya, sexta etapa da temporada 2018/2019 da Fórmula E. Em uma corrida cheia de toques e com muitos abandonos e investigações ainda sem definição por parte da direção de prova, o francês da Techeetah – um dos investigados – tomou a liderança na 21ª das 36 voltas da corrida, ao ultrapassar Oliver Rowland, e seguiu para se tornar o sexto vencedor diferente no ano.

Rowland, que largou da pole position, terminou a corrida na segunda posição com o carro da Nissan e.dams, depois de largar da pole position. O inglês, porém, ainda pode herdar a vitória, já que Vergne é investigado por não respeitar o procedimento de bandeira amarela em uma das relargadas da prova. O pódio foi completado por António Félix da Costa, português que defende a BMW Andretti.

André Lotterer, companheiro de Vergne na Techeetah, ficou com o quarto, sendo seguido por Daniel Abt, piloto da Audi Sport. Sébastien Buemi largou dos boxes na prova deste sábado e terminou em uma ótima sexta colocação com a Nissan e.dams. Jérôme D’Ambrosio, da Mahindra, foi o sétimo, logo à frente de Pascal Wehrlein, também da Mahindra.

Mitch Evans salvou um final de semana que se desenhava desastroso para a Jaguar com o nono lugar, além de anotar o ponto de volta mais rápida da corrida. O grupo dos dez melhores ainda contou com Edoardo Mortara, que havia vencido o ePrix de Hong Kong, há duas semanas, com a Venturi. Já Felipe Massa ficou fora dos pontos ao ser 11º com o outro carro da Venturi.

Assim como aconteceu nas últimas duas corridas, o ePrix de Sanya teve uma bandeira vermelha. Desta vez, a paralisação da prova foi ocasionada por um acidente com Alexander Sims, piloto da BMW Andretti que batalhava para defender sua posição de Lotterer, quando acabou espremido no muro, batendo seu carro, que ficou atravessado em uma das retas do circuito urbano.

A prova foi desastrosa para Sam Bird, piloto da Virgin que abandonou a corrida logo na segunda volta, perdendo a liderança do campeonato. Três brasileiros também deixaram a disputa: Felipe Nasr deixou a corrida logo no segundo giro com problemas com seu Dragon, enquanto Nelsinho Piquet bateu seu Jaguar em uma disputa de posição, quando brigava pelo 13º posto. Lucas di Grassi foi atingido por Robin Frinjs no final da prova.

A próxima etapa da Fórmula E acontece no dia 13 de abril, com a realização do ePrix de Roma, que acontecerá em um circuito montado nas ruas da capital italiana.

Foto: FIA Formula E

Leia mais: http://racingonline.com.br/formula-e/vergne-supera-rowland-e-vence-eprix-de-sanya-da-formula-e/


Anterior:

Próxima: