Cefet-MG se prepara para disputar a competição Fórmula SAE Michigan nos EUA

A equipe Fórmula Cefast, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), se prepara para a competição mundial Fórmula SAE Michigan, promovida pela SAE International, que será disputada por universitários de 10 países no Michigan Speedway (Brooklyn, Michigan, EUA), de 8 a 11 de maio.

A equipe mineira foi campeã na categoria combustão da 15ª Competição Fórmula SAE BRASIL – PETROBRAS, realizada em dezembro de 2018, em Piracicaba (SP), classificação que abriu a vaga para a prova mundial dos EUA. A Cefast disputará com equipes dos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Áustria, México, Venezuela, Coréia do Sul, Singapura e Polônia.

 

Parte da equipe Cefast embarca para os EUA em meados de abril próximo para realizar testes com o carro em solo americano. O veículo é o mesmo que deu à equipe o primeiro lugar no pódio da competição nacional, com alguns ajustes como a recalibração do mapa de combustível.

 

Veterana campeã – A Fórmula Cefast participa da Competição Fórmula SAE BRASIL desde 2006 e tem se colocado entre as 10 primeiras posições. Em 2018 foi a primeira na prova de Apresentação de Projeto da categoria Combustão na competição mundial Fórmula SAE Lincoln, nos EUA, também organizada pela SAE International, e se classificou em 18º lugar nessa competição entre 80 equipes inscritas, de sete países.

 

Outras brasileiras nos EUA – Também as equipes paulistas Unicamp E-Racing, da Universidade Estadual de Campinas, e a Mauá Racing, do Instituto Mauá de Tecnologia, respectivamente campeã na categoria elétrica e segunda colocada na categoria combustão da Competição Fórmula SAE BRASIL – PETROBRAS, poderão representar o Brasil na Fórmula SAE Lincoln em junho deste ano, nos Estados Unidos.

 

A Competição Fórmula SAE BRASIL – PETROBRAS foi disputada por 63 das 72 equipes inscritas, em quatro dias de provas estáticas e dinâmicas avaliadas por juízes da indústria da mobilidade, que atraíram público aproximado de 1,5 mil pessoas.

 

“Os programas estudantis da SAE BRASIL motivam os jovens à carreira de engenharia e lançam desafios encontrados na prática profissional que complementam o conhecimento acadêmico adquirido na sala de aula”, analisa Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.


Anterior:

Próxima: