F1: Ferrari anuncia a saída de Arrivabene e novo chefe de equipe

Tentando acabar com a sequência de dez anos sem conquistar o Mundial de Construtores da Fórmula 1, a Ferrari promoveu mudanças na direção da equipe. Nesta segunda-feira, a escuderia anunciou a saída do chefe Maurizio Arrivabene após quatro anos à frente da equipe. Em seu lugar, assumirá Mattia Binotto, que ocupava o cargo de diretor técnico.

Maurizio Arrivabene estava à frente da Ferrari desde o final de 2014, quando substituiu Marco Mattiacci. Nas quatro temporadas em que foi comandada por Arrivabene, a Ferrari foi vice-campeã de construtores em três, todas atrás da Mercedes. A única exceção foi em 2016, quando a escuderia italiana ficou em terceiro lugar atrás de Mercedes e Red Bull.

Em 2019, a Ferrari buscará seu primeiro título desde 2008 com mudanças também no time de pilotos. Depois de cinco anos na equipe, o veterano Kimi Raikkonen vai correr pela Sauber na próxima temporada. Para seu lugar, a Ferrari contratou Charles Leclerc, que estava justamente na Sauber.

Confira o comunicado da Ferrari na íntegra

7 de janeiro de 2019

Depois de quatro anos de incansável comprometimento e dedicação, Maurizio Arrivabene está deixando a equipe. A decisão foi tomada juntamente com a mais alta direção da companhia após longas discussões relacionadas ao interesse pessoal de Maurizio a longo prazo e também os da própria equipe.

A Ferrari gostaria de agradecer a Maurizio por sua contribuição valiosa para a crescente competitividade da equipe ao longo dos últimos anos e o deseja o melhor para seus futuros empreendimentos.

Com efeito imediato, Mattia Binotto assumirá o cargo de chefe de equipe da Escuderia Ferrari. Todas as áreas técnicas vão prestar contas diretamente ao Mattia.

Fonte: Gazeta Esportiva


Anterior:

Próxima:
Traduzir »