F1: Com trabalho dobrado, Chefe da Honda promete melhora em 2019

Desde a última temporada, a Honda tem passado por diversas mudanças na Fórmula 1. Isso porque 2018 foi o primeiro ano da parceria entre a fornecedora e a Toro Rosso, após o fim do acordo com a McLaren. Agora, os japoneses se preparam para a primeira temporada fornecendo motores para duas construtoras, visto que a Red Bull também contará com o serviço.

E á justamente em função do trabalho dobrado que Masahasi Yamamoto, gerente geral de automobilismo, promete uma evolução da fabricante asiática em 2019.

“Na próxima temporada, vamos fornecer para duas equipes pela primeira vez desde que retornamos à F1 em 2015. Precisamos fazer melhor e, com isso em mente, todos os envolvidos no projeto estão trabalhando incansavelmente para estar em boa forma já nos testes de pré-temporada, em fevereiro”, afirmou, em entrevista reproduzida pelo site Crash.

“Enquanto nos preparamos para o nosso segundo ano com a Toro Rosso e o nosso primeiro com a Red Bull Racing, nosso objetivo é continuar progredindo e aumentar a qualidade”, completou.

Segundo Yamamoto, há um fator evidente a ser melhorado. Trata-se da unidade de potência do motor Honda e a confiabilidade do mesmo, que ainda não está no mesmo nível do usado por equipes como Ferrari e Mercedes. Mas, se depender do trabalho feito em 2018, a perspectiva é, de fato, de melhora.

“Todos na Toro Rosso e ambos os pilotos desempenharam um papel importante no nosso desenvolvimento, não apenas na parte técnica, mas também graças à sua atitude aberta e positiva e disposição alegre. Este foi um grande impulso para todos os membros da Honda”, apontou.

Em 2019, a Toro Rosso terá o russo Daniil Kvyat e o tailandês Alexander Albon como pilotos titulares na Fórmula 1. A RBR, por sua vez, aposta no francês Pierre Gasly para formar dupla com o holandês Max Verstappen.

Fonte: GazetaEsportiva.Net


Anterior:

Próxima: