Sertões: Edu Piano/Solon Mendes conquistam o título inédito nos UTVs e o 7º da dupla

“Esta edição foi difícil do jeito que eu gosto e teve de tudo. Este título nos UTVs representa muito para nós que entramos na categoria há três anos. Espero que seja o primeiro de outros nos UTVs”, diz o piloto octacampeão do Rally dos Sertões.

Território Motorsport

Edu Piano (Tatuí/SP) e Solon Neves (Fortaleza/CE) #207 conquistaram no sábado, 25, o título inédito para equipe na categoria Over 45, com um Can-Am Maverick X30, quando a 26ª edição terminou a Praia de Iracema, na capital cearense. A dupla da Território Motorsport fechou, ainda em 4º na geral, em meio aos 46 UTVs que largaram de Goiânia, no último dia 19.

Território Motorsport

A dupla, agora, heptacampeã da competição – seis títulos nos Caminhões e um nos UTVs – compete pela terceira vez na categoria e teve que superar muitas dificuldades, em quase todas as etapas, para subir ao lugar mais alto do pódio. “Nos cinco primeiros dias, tivemos problemas e, na etapa Maratona, passamos dois dias sem intercomunicador e falando somente por meio de mímica. Na reta final foi administrar a vantagem e poupar o equipamento”, conta Piano, 49 anos, que está em sua 23ª participação consecutiva na prova e é o único competidor do Rally dos Sertões oito vezes campeão, pois tem, ainda, um título na geral dos Carros em 2005, quando foi o primeiro piloto com origem nos jipes, a ser campeão da competição.

Território Motorsport

O cearense, disparado com mais títulos no Rally dos Sertões, foi recebido com festa pela esposa e filho na chegada para comemorar suas sete vitórias com a equipe e ao lado de Piano. “O importante é que subimos no lugar mais alto do pódio, os perrengues já ficaram pra trás. Estou há um ano sem participar do rali e muito feliz por retornar com essa vitória. Agora cheguei em casa e estou com a família agradeço a Deus, primeiramente, e a toda a equipe que trabalhou demais também”, diz o navegador Mendes, que tem uma trajetória de 35 anos no off-road.

Território Motorsport

A Território Motorsport participou desta edição com mais duas duplas que também se superaram a cada etapa e completaram todo o percurso entre Goiânia, Bahia, Piauí até chegar ao Ceará. Rodrigo Luppi (Vinhedo/SP) /Fausto Dallape (Atibaia/SP) #232 e, a dupla estreante no grid, Augusto Montani (Luís Eduardo Magalhães/BA) /Gabriel Dall Agnol (Palmas/TO) #236 competiram pela categoria Pró Turbo também com Can-Am Maverick X3.

Na última e 7ª etapa entre Juazeiro do Norte e Fortaleza, Luppi/Dallape se destacaram quando foram a 6ª dupla mais rápida na geral e a 5ª na Pró Turbo. Terminaram o rali na 20ª posição da categoria, devido a uma penalização durante a etapa Maratona. “Neste último dia vínhamos para brigar por um boa colocação, mas quando faltavam 40 quilômetros, quebrou o diferencial dianteiro do e foi uma dificuldade tremenda. Ainda, assim, ficamos felizes pela posição”, diz Luppi que ficou longe do grid por 14 anos. “Queria que tivesse mais uns cinco dias. Agora que pegamos bem o ritmo da prova, já acabou. Mas foi tudo ótimo, a equipe da Território Motorsport é maravilhosa, tem um alto padrão. Não tivemos problema nenhum de falta de mecânico ou de peça. E já estamos pensando no projeto 2019”, completa o piloto.

Já Fausto gostou muito do UTV, após mais de dez edições competindo nos carros e caminhões: “É rápido, a suspensão é bem equilibrada e faz mágica nos terrenos acidentados”. O navegador também faz elogios ao roteiro da prova, “bem variado, teve Especiais de altíssima velocidade e também sinuosas. Muito desafio de navegação, de pilotagem e de equipamento. Tudo solicitado ao extremo. De todas as edições que competi, essa foi a que mais conseguiu juntar de tudo um pouco”, completa Fausto.

Território Motorsport

Destaque para dupla estreante que terminou em 11º na geral. “Foi uma experiência muito boa que nos instiga a vencer e superarmos as dificuldades do dia a dia e de querer vencer”, ressalta Montani. “Viemos com o objetivo de ficar entre os 15 ou 20 mais rápidos dos UTV e terminamos em 11ª e 7º na categoria e ficamos felizes com esse resultado em nosso primeiro Sertões e, é claro, ano que vem estaremos de volta”, avisa o piloto. “Foi bem emocionante e uma experiência e tanto esta aventura do Sertões. Adoramos a prova e ficamos empolgados durante todas as Especiais e na reta final queiramos mais”, diz o navegador Dall Agnol.

Com boa estrutura de equipamentos e carros de apoio para enfrentar os 3.607 quilômetros do roteiro e fazer com que as três duplas da equipe chegassem bem até Fortaleza, Piano explica que novos projetos estão por vir. “Trouxemos peças para montar mais três UTVs nesta edição. Para o ano vem estaremos com uma estrutura maior ainda e apresentaremos novidades nos UTVs. O objetivo é que todos da equipe briguem para estar entre os cinco primeiros em 2019”, completa Piano.

Território Motorsport

Com sede em Tatuí (SP), a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no grid do Rally dos Sertões e é chefiada por Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou o time oficial da Ford Caminhões na competição e conquistou oito títulos. E também, entre 2011 e 2014, foi a equipe oficial da Troller quando sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a competir e a preparar UTVs.

A equipe Território Motorsport tem o patrocínio da Casa Domingues de Pianos, Minuano Petróleo, VQV, Best Fuel e apoio da MotoBuy.

Resultado Rally dos Sertões 2018

Colocação UTVs na categoria Over 45
1º # 207 – Edu Piano/Solon Mendes – 28h43min33
2º # 227 – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 29h08min52
3º # 215 – Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 29h14min14
4º # 223 – Alan Cestari/Weidner Moreira – 30h23min57
5º #222 – Helena Deyama/Josi Koerich – 31h01min07


Assessoria de Imprensa Território Motorsport
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki (11 99705-7720 /mercia.suzuki11@gmail.com.br)
Deborah Ferreira (11 97252-2360 / deborahritaferreira@gmail.com)
www.msuzukicom.com.br
Leia mais: http://www.territoriomotorsport.com.br/2018/08/sertoes-edu-pianosolon-mendes-conquistam-o-titulo-inedito-nos-utvs-e-o-7o-da-dupla/


Leia Também:




Anterior:

Próxima: