Gaúcho de Rali ganha mais uma dupla nos 4×4

O Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade começa neste final de semana, na cidade de Estação, norte do Estado. Junto, haverá ainda a abertura do Brasileiro, em corrida simultânea e que receberá mais de 35 carros no grid.

Entre os inscritos está a equipe erechinense Mundo Animal Lanches | Rally Team, da dupla Mauricio Jarozeski e João Remor. A grande novidade para eles e para a competição, é que agora estarão no cockpit do Mitsubishi Lancer e na categoria RC2N L, dos carros de tração 4×4. Vai ser a estréia da equipe nesta categoria, uma das mais fortes do rali de velocidade.

“Trata-se de uma categoria onde sempre sonhamos andar. É formada por pilotos de alto nível, onde tudo tem que acontecer da melhor maneira possível, sincronismo perfeito de piloto e navegador com o carro, enfim, vamos fazer o possível para termos uma boa estréia”, destaca Maurício.

“Esperamos encontrar neste ano, principalmente no início, uma dificuldade grande em entender como funciona o carro e o entrosamento entre piloto, navegador e equipamento, além de saber tirar proveito de tudo que o carro pode nos dar”, amplia João.

Realizando um sonho

Tanto Mauricio quanto João não escondem a alegria de poder andar entre os 4×4. “Estamos realizando um sonho”, resume o piloto. “Buscamos sugestões e dicas de muita gente que anda com carros desta categoria, principalmente para entender quais serão as nossas dificuldades e o que teremos de cuidar”, frisa João.

“Tudo é novo para nós, então buscamos algumas informações com os veteranos na categoria, como dicas de levantamento e pilotagem, freada entre outras situações de um carro 4×4”, amplia Maurício.

“O Lancer vem muito mais rápido, então a freada é mais difícil, mas ao mesmo tempo passa muita confiança. Esperamos fazer a prova tranquila, preservando o equipamento e terminar sem ter problemas mecânicos”, explica o piloto.

Se tem desafio para piloto, tem também para navegador. “Ao meu ver o maior desafio que eu terei, como navegador, será conseguir acertar o tempo e o ritmo de navegação, pois tudo acontece mais rápido que na categoria 4×2, as referências ficam mais próximas uma das outras e achar o tempo para cantá-las será o grande desafio”, completa João.

O rali

Estação é uma prova tradicional do calendário brasileiro e estadual. Realizada a 18 anos, a prova vai abrir novamente em 2018, os dois campeonatos. A programação começa na sexta-feira, dia 6, com a realização dos reconhecimentos das especiais, pelos competidores.

Neste mesmo dia, acontece, a partir das 20h, a largada promocional, no centro da cidade. Depois, no sábado e domingo, dias 7 e 8, acontecem a disputa das especiais, seis delas no primeiro dia e outras cinco no segundo. A corrida passará por estradas de terra dos municípios de Estação, Erebango e Ipiranga do Sul.

Serão 140 quilômetros de trechos cronometrados. Cada dia vale uma etapa, tanto do Brasileiro quanto do Gaúcho de rali, perfazendo a rodada dupla no final de semana. A premiação será às 15h de domingo, junto ao Parque de Apoio, na Estação Ferroviária de Estação, ponto histórico do município.

O acesso ao Parque de Apoio, onde ficam os boxes das equipes e às especiais, será gratuito.

Serviço

O que: Rally de Estação

Onde: Estação – RS

Quando: dias 6 a 8 de abril

Programação

Sexta-feira, dia 6 de abril

– Reconhecimento das especiais

– Largada promocional – 20h

Sábado, dia 7

8h53 – Largada da Especial Erebango 1 – 11km33

9h21 – Largada da Especial Banrisul/Estação 1 – 13km69

11h09 – Largada da Especial Erebango 2 – 11km33

11h37 – Largada da Especial Banrisul/Estação 2 – 13km69

13h25 – Largada da Especial Erebango 3 – 11km33

13h53 – Largada da Especial Banrisul/Estação 3 – 13km69

Domingo, dia 8

8h23 – Largada da Especial Ipiranga do Sul 1 – 14km06

9h13 – Largada da Especial Ipiranga do Sul 2 – 14km06

10h01 – Largada da Especial Estação 1 – 11km76

11h44 – Largada Especial Ipiranga do Sul 3 – 14km06

12h27 – Largada da Especial Estação 2 – 11km76


Anterior:

Próxima: