Matheus Leist dominou amplamente e consagra-se campeão do Grande Prêmio RBC. Gaúcho comemora também o vice do irmão na Super Cadete e foca estreia nas 500 Milhas Beto Carrero

Depois de diversas vezes ter chegado muito próximo, o gaúcho Matheus Leist (TMA Competições) conquistou neste domingo (9) em São Paulo, no Kartódromo de Interlagos, um título de renome nacional, o Grande Prêmio RBC. A competição reunia pilotos classificados ao longo de toda a temporada e oferecia uma das maiores premiações do kartismo brasileiro.

“Desta vez bateu na trave e entrou”, brinca Matheus, que já sagrou-se vice-campeão brasileiro e na última Copa das Federações foi um dos principais destaques. “Sempre estive muito perto, mas um probleminha ou outro acabava atrapalhando. Desta vez deu tudo certo”, disse o piloto, aliviado e satisfeito.

A vaga de Matheus Leist no GP RBC veio no sábado, quando ele fez boas apresentações na última rodada da Copa São Paulo Light e terminou em segundo depois de ter feito a pole position na categoria Júnior. A 10ª etapa foi realizada em rodada dupla e Leist caiu para 10º na largada da primeira bateria, mas recuperou-se e terminou em 6º, posição em que largaria na segunda prova do dia, esta vencida pelo piloto de Novo Hamburgo (RS).

No dia seguinte ele não deu chances a ninguém e foi soberano no Grande Prêmio RBC. Matheus Leist fez a pole e ganhou as duas baterias (pré-final e final) da programação de ponta a ponta, conquistando assim o título da competição e os prêmios oferecidos à categoria, um chassi Birel, um macacão e luvas homologadas da Corsa e um gabarito de chassis da Aquiles Lineup. “Foi para ‘lavar a alma’, porque eu estava precisando de um resultado como este para confirmar a temporada muito produtiva e positiva que tivemos este ano”, salienta Matheus Leist.

Arthur Leist, por sua vez, disputou no sábado a última rodada do Light e visava conquistar o título da categoria Super Cadete. E ele fez a sua parte. Largando em segundo, “Tuio” venceu as duas baterias e foi o primeiro colocado na etapa, mas o título não veio. “O Arthur ficou com o vice em uma bela campanha em que não participou de uma etapa, mas mesmo assim obteve um resultado extremamente positivo”, salienta José Carlos Spier, o Nico, responsável pela logística dos irmãos.

Classificado anteriormente ao GP RBC, Arthur Leist (TMA Competições) largou em terceiro e nas duas baterias (pré-final e final) foi o segundo colocado. “Na última volta da Final eu ainda tentei assumir a liderança e vencer, o que me daria o título do GP, mas não foi possível”, lembra Arthur. “Mas foi um ótimo final de semana para mim, estou muito contente”, completa.

Praticamente no final da temporada – de ótimos resultados e muito aprendizado – os irmãos Arthur e Matheus Leist têm um agradecimento especial a fazer. “Queremos agradecer a nossa equipe, a MZ Racing, e seus integrantes, e também à RBC Preparações e à Techspeed pelo ótimo ano que tivemos”, dizem. “Em 2013 estaremos todos juntos mais uma vez”, finalizam Arthur e Matheus Leist, que na próxima temporada estrearão em nova categoria, Júnior Menor e Graduados, respectivamente, e que têm como “coach” o também gaúcho Dudu Dieter, igualmente campeão do GP RBC na categoria Sênior A.

No próximo final de semana Matheus Leist terá seu último compromisso na temporada, quando integrará a equipe oficial da Techspeed nas 500 Milhas do Beto Carrero, a ser disputada em Penha (SC).


Anterior:

Próxima: