Reijers Rally Team supera bem a primeira fase da etapa Maratona. Dupla formada por Roberto Reijers e Fausto Dallape fazem uma especial ‘limpa’ e conquistam o oitavo melhor tempo da categoria Protótipos na 3ª etapa do Rally dos Sertões

O forte calor no Maranhão está judiando dos 210 competidores que participam da edição de 20 anos do Rally dos Sertões, que coloca nas estradas do Nordeste as categorias motos, quadriciclos, UTVs, carros e caminhões. Ao terminar a 3ª etapa, o navegador Fausto Dallape comentou: “Largamos sob sol extremamente forte e dentro do carro essa temperatura triplicou. Tem que ter muita resistência física para suportar este ‘forno'”.

Nesta terça-feira a prova largou de Bacabal, MA, e deu início a etapa Maratona, na qual a regra é: mecânicos de apoio são proibidos de realizar a manutenção dos veículos. Por isso, não existiu outra estratégia a ser aplicada, se não poupar o equipamento no roteiro cronometrado de 149 quilômetros.

A Reijers Rally Team obteve o oitavo melhor tempo da categoria Protótipo, na marca de 2h19min09s. “A especial começou travada, bem sinuosa. Depois entramos em um trecho estreito e de retas, onde facilmente atingimos os 170 km/h. Piçarras, poeira e um pouco de erosões apareceram pelo caminho, mas no geral, o terreno era muito bom, ideal para acelerar forte”, detalhou o piloto Roberto Reijers.

Ao chegarem à cidade de Bacabal, os participantes estacionaram suas máquinas no parque fechado situado no Espaço Cultural de Barra do Corda (uma espécie de praça), de onde só retirarão para a largada de amanhã. Ao final da 4ª etapa é que, enfim, os off-roaders poderão estacionar em seus respectivos boxes.

A “segunda perna” da etapa maratona terá 523 quilômetros, com 309 quilômetros de especial em percurso bastante técnico. “Será um roteiro longo e mais uma vez, difícil, com areia, deps (depressões), piçarras, pedras etc. De acordo com a organização, é uma etapa completa, com muita navegação”, declarou Reijers.

Essa edição histórica do Rally dos Sertões está honrando o nome. Até aqui, as três etapas realizadas foram extremamente difíceis e apresentaram obstáculos bem variados. O evento largou no dia 19 de agosto de São Luís e segue sentido a Fortaleza, CE, com chegada no dia 28. Cinco estados estão na rota: Maranhão, Tocantins, Piauí, Pernambuco e Ceará.

Classificação – 3ª etapa

Categoria Protótipo

1º João Franciosi e Rafael Capoani, 02h04min19
2º Fellipe Bibas e Emerson Cavassin, 02h07min42
3º Romeu Franciosi e Deco Muniz, 02h07min42
4º Marcos Baumgart e Kléber Cincea, 02h10min28
5º Marcos Moraes e Fábio Pedroso, 02h12min02
6º Richard Vaders e José Spacassassi, 02h13min15
7º Michel Terpins/Sven Von Borries, 02h15min33
8º Roberto Reijers/Fausto Dallape, 02h19min09
9º Leandro Torres/Marcos Macedo, 02h20min07
10º Paulo Pichini/Paulo Eduardo Simões, 02h22min50

Roteiro 20º Rally dos Sertões:
Percurso total: 4.840 quilômetros
Trechos cronometrados (especiais): 2.346 quilômetros

22/08 – Quarta-feira
4ª etapa
Barra do Corda (MA) – Carolina (MA)
Deslocamento Inicial: 8 km
Trecho de Especial: 309 km
Deslocamento Final: 206 km
Total: 523 km


Anterior:

Próxima: