CBA faz Seminário sobre Automobilismo para futuros Diretores de Prova de Comissários Desportivos. Evento reúne quase 60 pessoas em hotel na cidade de São Paulo

A Confederação Brasileira de Automobilismo e a Comissão Nacional de Velocidade abriram nesta quinta-feira (16) em São Paulo, o primeiro dia do Seminário de Identificação e Conhecimento das Funções de Diretor de Prova e Comissários Desportivos para pessoas que já atuam em provas de automobilismo dos vários Estados brasileiros.

O encontro com comissários regionais, sinalizadores e equipes de resgate indicados pelas Federações da modalidade esportiva de todo o país, reuniu aproximadamente 60 pessoas em uma palestra dirigida pelo Diretor de Prova do GP do Brasil de Fórmula 1 e de categorias brasileiras Carlos Montagner, o presidente da Comissão Nacional de Velocidade, Waldner “Dadai” Bernardo, com a colaboração do Diretor Esportivo do GP do Brasil de Fórmula 1, Alfredo Tambucci.

Os principais pontos abordados e colocados em discussão entre o grupo de aficionados do automobilismo esportivo estão relacionados com o trabalho de planejamento e previsão das várias situações que uma etapa de categorias dos campeonatos brasileiros pode apresentar. “Todo o trabalho de uma prova começa com o entrosamento entre cada setor que tem seu responsável como resgate, sinalização de pista, comissários desportivos e técnicos, cronometragem e secretaria da prova”, ressalta Montagner.

“A sinergia entre cada setor é indispensável no sucesso do trabalho desportivo da CBA”, complementa Alfredo Tambucci. Os 48 participantes, que confessam em unanimidade que começaram como bandeirinhas e são declaradamente amantes do automobilismo, tiveram a oportunidade de discutir várias cenas de provas expostas no telão no Hotel Slaviero Slim em São Paulo. O que fazer em situações diversas? Como interpretar a culpa ou não de um piloto? Quais as ações imediatas para corrigir situações de risco?

As imagens de acidentes dos campeonatos brasileiros foram projetadas no telão para análises e comentários dos participantes sobre uma possível punição pelos comissários desportivos, transformando-se em um fórum. Em função das reclamações de pilotos e equipes normalmente no acalorado momento de um acidente durante a prova, Waldner Dadai citou frase do comentarista de Fórmula 1 da TV Globo Reginaldo Leme, de que em 40 anos de automobilismo nunca presenciou um piloto assumindo a culpa em um acidente.

“O diretor de prova e os comissários têm que ter um preparo psicológico para saber como tratar com o piloto ou chefe de equipe que sobe na torre, na maioria das vezes, nervoso e sempre se achando com a razão”, lembra Waldner Dadai. O Seminário de Identificação e Conhecimento das Funções de Diretor de Prova de Comissários Desportivos segue nesta sexta-feira (17) com a continuidade do fórum incluindo a palestra do piloto Max Wilson e sábado (18) com um novo encontro no Autódromo José Carlos Pace em Interlagos onde estarão participando de forma prática, durante o evento da Copa Fiat.


Anterior:

Próxima:
Traduzir »