Moto 1000 GP abre segunda etapa prevendo disputa acirrada pela liderança. Alan Douglas e Renato Andreghetto, da Pitico Race, e Rafael Bertagnolli, a Bertagnolli Race, são os líderes da temporada

As atenções da motovelocidade brasileira voltam-se nesta sexta-feira (17) ao Autódromo Internacional de Curitiba, com o início da programação da segunda etapa do Moto 1000 GP. Depois de corridas bastante movimentadas na etapa de abertura da temporada, no circuito paulista de Interlagos, o evento vive a expectativa de disputas acirrada pela liderança do campeonato em suas quatro categorias – GP 1000, GP Light, GP 600 e a nova GP Máster.

A GP 1000 teve domínio da Pitico Race em Interlagos, com seus três pilotos no pódio, todos com motos Kawasaki. Alan Douglas, campeão de 2011, venceu e lidera com 25 pontos. Joãozinho Simon, com 20, e Pierre Chofard, com 17, são segundo e terceiro. O quarto é o argentino Luciano Ribodino, da BMW da Alex Barros Racing, com 13. Ele pilota uma BMW. Em quinto aparece Murilo Colatreli, também com Kawasaki, somando 11 pontos.

A Pitico Race também lidera a GP Light com a vitória de seu piloto Renato Andreghetto, de Kawasaki, na etapa de Interlagos. Ele soma 26 pontos, seis a mais que o vice Lucas Barros, da Alex Barros Racing. Barros pilota uma BMW, mesmo modelo do baiano Daniel Mendonça, da MPM, terceiro com 17, e do paulista André Paiato, da Tripa Team, quarto, com 13. O quinto é o pernambucano Paulinho Kamba, da Corval Racing Team, com 11.

Na GP 600, categoria implantada no Moto 1000 GP neste ano, o líder é o gaúcho Rafael Bertagnolli, que venceu em Interlagos com a Honda da Bertagnolli Racing e tem 25 pontos, cinco à frente do carioca Carlos Colocci, inscrito com a Yamaha da SBK Rio. Cayto Trivellato conduziu a Triumph da Perfect Motos ao terceiro lugar e mantém a posição no campeonato, com 16. Diego Moysés, com a Yamaha da BH Racing, é quinto, com 13.

A partir da etapa deste domingo em Curitiba estará em disputa o título da GP Máster. A categoria, que confrontará pilotos acima de 48 anos, compõe o mesmo grid da GP 1000. Seus pilotos vão pontuar pelo resultado absoluto na GP 1000 e, ainda, pela classificação específica da GP Máster. A disputa pelo título da nova classe será composta por sete etapas, nos circuitos de Curitiba, Santa Cruz do Sul, Brasília, Cascavel e Rio de Janeiro.

Cada categoria do Moto 1000 GP terá seis sessões de treinos livres na etapa de Curitiba, além das baterias classificatórias para definição dos grids e das corridas, todas marcadas para o domingo. Os três grids vão reunir mais de 90 participantes de 10 estados brasileiros. Em 2012, o Moto 1000 GP conta com patrocínio de Petrobras, Lubrax, BMW Motorrad e Michelin, com apoios de Beta, Calfin, Shoei, Bell, Servitec, Tutto Moto e Ohlins.

A Record News transmitirá VTs da GP 600 e da GP Light e a íntegra das categorias GP 1000 e GP Máster, no domingo, a partir das 13h30, com narração de Luc Monteiro, comentário de César Barros e reportagem de Ricardo Montesano. No domingo seguinte, dia 26, haverá repreasentação da etapa, com VT compacto das categorias GP 1000 e GP Máster e a íntegra das provas da GP 600 e da GP Light.

MOTO 1000 GP – PROGRAMAÇÃO PARA SEGUNDA ETAPA
3 a 5 de agosto – Autódromo Internacional de Curitiba – Pinhais (PR)

Sexta-feira, 17 de agosto
11h30 – primeiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
12h05 – primeiro treino livre da GP Light (25 minutos)
12h40 – primeiro treino livre da GP 1000 (25 minutos)
13h15 – segundo treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h50 – segundo treino livre da GP Light (25 minutos)
14h25 – segundo treino livre da GP 1000 (25 minutos)
15h00 – terceiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
15h35 – terceiro treino livre da GP Light (25 minutos)
16h10 – terceiro treino livre da GP Light (25 minutos)

Sábado, 18 de agosto
8h20 – quarto treino livre da GP 600 (25 minutos)
8h55 – quarto treino livre da GP Light (25 minutos)
9h30 – quarto treino livre da GP 1000 (25 minutos)
10h05 – quinto treino livre da GP 600 (25 minutos)
10h40 – quinto treino livre da GP Light (25 minutos)
11h15 – quinto treino livre da GP 1000 (25 minutos)
11h50 – sexto treino livre da GP 600 925 minutos)
13h15 – sexto treino livre da GP Light (25 minutos)
13h50 – sexto treino livre da GP 1000 (25 minutos)
14h25 – treino classificatório Q1 da GP 600 (20 minutos)
14h55 – treino classificatório Q2 da GP 600 (10 minutos)
15h15 – treino classificatório Q1 da GP Light (20 minutos)
15h45 – treino classificatório Q2 da GP Light (10 minutos)
16h05 – treino classificatório Q1 da GP 1000 (20 minutos)
16h35 – treino classificatório Q2 da GP 1000 (10 minutos)

Domingo, 19 de agosto
9h00 – warm up da GP 600 (10 minutos)
9h20 – warm up da GP Light (10 minutos)
9h40 – warm up da GP 1000 (10 minutos)
10h50 – largada para segunda etapa da GP 600 (15 voltas)
11h50 – largada para segunda etapa da GP Light (15 voltas)
12h30 – visitação aos boxes e Concurso Cultural Moto 1000 GP
13h55 – largada para segunda etapa da GP 1000 (18 voltas)
15h00 – Motopasseio


Anterior:

Próxima: