Competição com gosto de vitória antes mesmo de começar. A piloto Helena Deyama e seu navegador Rafael Dias participam da edição 2012 que começa dia 18 em São Luiz, Maranhão

Alta dificuldade técnica e muito entusiasmo aceleram o coração dos competidores no 20º Rally dos Sertões, a prova acontece de 18 a 29 de agosto entre São Luís (MA) e Fortaleza (CE). Para a piloto Helena Deyama não é diferente. Mesmo participando desde 1999, a cada desafio é uma nova emoção. “Toda edição gera uma grande expectativa e paixão, desde que realizei meu sonho de correr o maior e mais desafiador rali do Brasil, o Sertões passou a fazer parte de mim e não vivo mais sem ele”, conta.

A piloto explica que este ano tem um gosto especial, pois quase ficou fora da corrida por falta de patrocínio. Sua equipe de apoio mecânico, chefiada por Erley Ayala e, o piloto e companheiro de equipe Leandro Torres, conseguiram viabilizar a participação de Helena. “O 20º Rally dos Sertões já tem um gosto de vitória pra mim. Agradeço ao trabalho da equipe Brasil Off Road, norteada pela amizade e pelo companheirismo, onde a valorização do ser humano supera até a falta de recursos financeiros e estou muito feliz em participar desta importante edição dos Sertões”, explica emocionada.

Helena se mostrou empolgada com o roteiro apresentado, além de inédito, o 20º Rally dos Sertões promete explorar o desempenho dos competidores com sua alta dificuldade. E, apesar de não poder apreciar as paisagens durante a competição, só o fato de cruzar lugares belos e inóspitos do país já é uma grande satisfação para a piloto que terá o mineiro Rafael Dias ao seu lado no cockpit da Mitsubishi L200 RS inscrita na categoria Super Production.

Para estar preparada para a disputa, Deyama treina diariamente. Como sua participação foi confirmada muito próxima do início do rali a rotina de treinos foi intensificada, assim como outros detalhes referentes ao certame. “Felizmente tenho experiência nos preparativos para um rali longo como o Sertões e já está quase tudo pronto”, e comenta que conta também com o apoio efetivo da Academia 4Fit.

Helena explica que diversos fatores a cada dia de prova interferem nas decisões estratégicas, mas que o objetivo principal é toda a equipe chegar com sucesso em Fortaleza. E lembra-se de sua trajetória até agora. “Quando penso que já aconteceu de tudo, como perder um carro que pegou fogo e explodiu, um caminhão passando por cima do carro, ficar quebrado em um trecho à noite e conhecer personagens incríveis, ter um ´príncipe´ me ajudando a continuar no esporte; foram e são tantas coisas que agradeço a Deus pela proteção divina e me sinto cada vez mais fortalecida”. Para concluir, ela conta que o Rally dos Sertões é muito mais do que uma competição e cada edição representa uma grande experiência, com lições que serão válidas por toda a vida.


Anterior:

Próxima:
Traduzir »