Amable Barrasa faz sua reestreia entre os caminhões Leves. Multicampeão estará na mesma categoria que seu filho e está animado para a 20ª edição da disputa que começa dia 18

A 20ª edição do Rally dos Sertões contará com a presença de Amable Martinez-Conde Barrasa no grid da competição, a notícia não é nenhuma novidade, não fosse pelo fato de o piloto fazer sua reestreia na categoria Leves, a bordo do modelo F4000, na qual se consagrou e foi tantas vezes campeão. Ao lado César Loureiro Botas e Raphael, o experiente competidor forma o time de um dos caminhões da equipe Autoliner e promete brigar pelas primeiras posições em todas as especiais da disputa que começa dia 18 deste mês com largada em São Luís (MA), e chegada dia 29 em Fortaleza.

Aos 53 anos, recém completados, e com mais 13 participações no Rally dos Sertões, Amable Barrasa, como é conhecido, é um veterano de ralis e mais uma vez vai enfrentar os desafios das trilhas do principal rali da América do Sul. Com experiência que só a maturidade traz e um pique de causar inveja em qualquer iniciante, Amable se diz pronto para novamente se aventurar pelas terras brasileiras.

“Junto da equipe, fizemos o melhor em nossos equipamentos e com isso estamos motivados para esperar o melhor desta edição, ou seja, queremos vencer o maior Rally das Américas”, comenta o piloto.

Ele também analisa sua reestreia entre os Leves, destacando as lembranças positivas. “Particularmente gosto de competir com o Ford F4000, me identifico com o modelo. Só tenho boas recordações dessa categoria, pois foi onde conquistei diversas vitórias e títulos para a equipe”, diz. Pare ele, a possibilidade de disputar o Sertões na mesma categoria que o filho Rafael Martinez-Conde, é algo novo e muito bacana.

“Competir nessa edição na mesma categoria que meu filho será uma novidade e poderemos unir nossas forças ao longo dos dez dias de provas”, analisa.

Mesmo com vasta experiência na principal disputa de rali cross country do país, o piloto da equipe paulista Autoliner sabe que o percurso será longo e haverá dificuldades para todos. “Realmente acredito e estou esperando por um roteiro extremamente exigente, teremos longos trechos em areia e isso leva os equipamentos e pessoas ao máximo de si, exigindo muito de todo mundo”, observa.

A equipe paulista conta com o patrocínio de Autoliner, Cie Autometal, Ford, Banco BVA S.A, Eaton, BorgWarner, PlatoDiesel, Usiminas, Maxion, Superflex e co-patrocínio de Rastreadores Pamajhon, Farma 100, Drogamaris e Iorga.


Anterior:

Próxima: